Escolas públicas de 101 municípios aderem a programa nacional de prevenção -

Educação

Publicado em: 28/12/2017 às 07:34:00 Autor: ROSE VELASCO Fonte: SES MT

De acordo com dados registrados pela secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), o Programa Nacional de Prevenção da hanseníase, do tracoma e de verminoses nas escolas públicas, recebeu a adesão de 101 dos 141 municípios. A previsão da SES e do Ministério da Saúde era obter a adesão de pelo menos 69 municípios. Isso representa que 330.251 estudantes de escolas estaduais e municipais deverão receber tratamento pelo SUS, já no primeiro semestre letivo de 2018, e em 1.110 escolas. Informou Regina Mary da Silva Nascimento, da coordenação do Programa Estadual de Controle da Hanseníase da SES/MT. O programa é realizado todos os anos desde 2011 e tem como objetivo prevenir essas doenças entre crianças de cinco anos a adolescentes de 14 anos de idade. A hanseníase é uma endemia nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, e com áreas de importante manutenção e transmissão. E os casos da doença em menores de 15 anos refletem circuitos de transmissão ativos, ou seja, alto risco de contaminação para toda a família. Segundo informou Regina Nascimento, além de tratar o aluno, a equipe técnica fará a busca ativa de casos entre contatos intradomiciliares para dar assistência de saúde para a família do estudante. As verminoses ainda representam risco de morte, especialmente em crianças entre 5 anos e 14 anos de idade, considerado importante grupo de risco por estar em um período de crescimento físico intenso, rápido metabolismo e com maiores necessidades nutricional. O tracoma é uma doença inflamatória dos olhos, causada pela bactéria Chlamydia Trachomatis. Ocorre principalmente em crianças, e se não for tratada pode provocar a cegueira. Por isso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) propõe eliminar o tracoma como causa de cegueira até o ano de 2020. Em Mato Grosso, 215 escolas aderiram ao serviço de prevenção e tratamento do tracoma. Isso representa um universo de 39.319 alunos que serão atendidos. Esses programas preventivos são desenvolvidos pelos Estados em parceria com os municípios, por meio do Programa de Saúde Escolar (PSE) articulados com o Programa Saúde da Família.
 

Notícias relacionadas

20/07/2018

Manuela sobre falta de investimento de Temer em educação: “que triste caminho para a juventude

Visualizar Notícia

20/07/2018

A educação como medida de prevenção ao crime

Visualizar Notícia

20/07/2018

Investimento em educação representa 6% do PIB brasileiro, mas desenvolvimento escolar não é bom

Visualizar Notícia

19/07/2018

5 empresas que vêm mudando a educação no Brasil

Visualizar Notícia

Copyright© 2018 - Todos os Direitos Reservados - Guarantã News