Fonte:
-A  +/- +A
Notícias
Por: ,      14/02/2013 00:00      Fonte:Guarantã News/Só Noticias     (1573) Vizualiza��es
Juiz da Comarca de Guarantã do Norte nomeia defesa de trio que matou fazendeiro e mais 3 em Novo Mundo

Foto Jos Vogel/Guarant News


O juiz da vara nica de Guarant do Norte, Darwin de Souza Pontes, nomeou os advogados Adilson Garcia da Silva, Endia Albuquerque Melo Medeiros e Fbio Henrique Alves, defensores pblicos, para defenderem Rogrio Pessoa Freire, Joab da Silva Pontes e Jiovani da Silva Lima, respectivamente, acusados de envolvimento direto nas mortes do fazendeiro Antnio Alfanaci Dias, 60 anos, do filho Anderson de Lima Alfanaci, 24 anos e dos funcionrios Wilson Silveira Santiago, 25 anos e Clio Soares da Silva, ocorridas em agosto do ano passado, em Novo Mundo, pequena cidade localizada prximo a Guarant.

No mesmo despacho, o magistrado marcou para o dia 8 de abril a audincia de instruo e julgamento, que est prevista para iniciar s 14h. Rus e testemunhas arroladas por eles sero ouvidos. Com base nos depoimentos e defesa, o juiz poder pronunci-los para serem submetidos jri popular ou adotar outras medidas. Antes da audincia, os rus devero apresentar as defesas.

Rogrio, Joab e Jiovani foram denunciados pelo Ministrio Pblico por crimes como sequestro, ameaa, homicdio e ocultao de cadver e foram citados na ao ainda ano passado. Os crimes, conforme S Notcias informou, ocorreram no dia 17 de agosto do ano passado e chocaram a populao na regio. Rogrio e Jiovani j haviam trabalhado na fazenda de Alfanaci e, com apoio de Joab, ficou decidido que, inicialmente, iriam sequestrar e extorquir pai e filho.

Conforme a denncia, os acusados teriam conseguido entrar na fazenda aps forjarem defeito em uma das motos usadas por eles. Na propriedade, eles renderam pai, filho e o funcionrio Wilson. O outro funcionrio, Clio, teria tentado escapar, no entanto, acabou sendo morto e o corpo foi jogado dentro de um buraco utilizado como depsito de lixo da fazenda.

As outras trs vtimas foram levadas, na caminhonete de Antnio, at um local que seria utilizado como cativeiro. As margens da linha Trevisan, vtimas foram obrigadas a deixar o veculo e seguir a p, cerca de dois quilmetros, at um bananal beira de um riacho. As vtimas ficaram deitadas de bruos enquanto os acusados pediam por dinheiro e carto de crdito. A deciso de matar teria surgido aps os suspeitos perceberem que as vtimas no tinham dinheiro. A denncia aponta ainda que Rogrio atirou em Wilson; Joab em Antnio e Jiovani em Anderson.

Aps cometerem os assassinatos, os acusados ainda procuraram a mulher de Antnio para cobrar o resgate. O fato foi registrado no dia 19 de agosto, quando Jiovani teria enviado uma mensagem de texto por meio do celular de Anderson para a namorada deste dizendo que "amor fala pra me que eu to vivo, em breve eles entra [sic] em contato com ela so [sic] depois que no tiver polcia".
Os suspeitos voltaram a aparecer no dia 21 do mesmo ms. Eles teriam enviado uma srie de mensagens viva de Antnio, exigindo inicialmente R$ 6 milhes.

Posteriormente, o valor foi reduzido a R$ 3 milhes. A viva teria pedido uma prova de que as vtimas estivessem vivas e, como resposta, os suspeitos disseram que ela teria que pagar R$ 100 mil pela informao.

As conversas entre suspeito e viva foram monitoradas pela Polcia Civil, que chegaram at Joab aps perceberem que ele utilizava o aparelho de Anderson para conversar com a namorada do acusado. Quando abordaram Joab, confirmaram que as mensagens de negociaes ainda estavam salvas. O acusado ento "decidiu colaborar" e levou localizao dos demais acusados e bem como a dos corpos de Antnio, Anderson e Wilson.

Mural de recados +
De: Vendedora
Para: Interessados
VENDO CASA EM GUARANTÃ DO NORTE NO BAIRRO CIDADE NOVA,COM 3 QUARTOS SENDO UMA SUITE,1 BANHEIRO SOCI
De: João Germano
Para: Leitores
Vendo ou troco, casa em Sorriso com 174m² de área construída, por imóvel em Guarantã ou Matupá
Fotos

Carregando...

Noticias
Entretenimento
Serviços