Fonte:
-A  +/- +A
Notícias
Por: ,      27/04/2013 12:04      Fonte:De Novo Progresso - Marcos Coutinho/Da Redação - Jardel P. Arruda     (505) Vizualiza��es
Prefeito critica omissão do governo federal com a BR 163 e “banho maria” de empresas
O prefeito de Novo Progresso, Osvaldo Romanholi (PR), teceu duras crticas ao que classifica como falta de empenho e determinao do Goverrno Federal com o trmino do asfaltamento da BR 163 em territrio paraense. Alm disso, o lder municipalista condenou a forma vagarosa e lenta as obras que vem sendo tocadas pelas empreitars 3 Irmos, Trimec, Agrimat e Cavalca. 

Depois de 11 horas de lama e poeira, empresrios chegam ao Par para checar nova rota de escoamento

inaceitavel essa situao. Falta determinao, falta mais empenho do governo federal nesas obras no Par. Pior ainda o banho Maria em que as empresas tocam as obras, declarou Romanholi, durante evento realizada em Novo Progresso para recepcionar a comitiva de empresrio Rota 163, que busca um novo trajeto para escoar a produo agropecuria.

Em entrevista ao Olhar Direto, o prefeito paraense ressaltou a importncia do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) descruzar os braos e cobrar de forma efetiva mais agilidade nas obras de pavimentao da rodovia federal.

Essas obras de pavimentao j deviam estar prontas. Infelizmente o Governo Federal no se empenha mais pelo Par, como devia. Se continuar assim no vai terminar as obras esse ano porque temos um perodo curto de estiagem. preciso acelerar as obras, apelou Romanholi.

Rota 163

O estradeiro Caminho da Integrao Rota 163 (MT-PA), que saiu de Cuiab com uma comitiva de 10 carros traados ocupados por empresrios de Mato Grosso, Braslia, Goias, Paran e Par tem como objetivo comprovar a economicidade do escoamento da safra da regio do norte e mdio norte de Mato Grosso atravs dos portos a serem instalados no distrito de Miritituba, no municpio de Itaituba, no Par. 

Atravs dos terminais de transbordos de Miritituba, a produo de Mato Grosso pode ser escoada pelos portos do norte, como Santarm e Vila do Conde, ambos no Par, e Santana no Amap. Em sntese, essa nova via pode resultar em uma economia de mil quilmetros no modal terrestre e no mnimo trs dias na via martima.

Atualmente a safra mato-grossense escoada para o exterior atravs dos portos de Santos - SP, Paranagu - PR, So Francisco - SC e Rio Grande RS. Alm de distantes, esses portos esto supersaturados, atrasando a sada do produto brasileiro e aumentando o custo final da logstica.
Mural de recados +
De: Sonhador
Para: Guarantaenses
Bem que Guarantã do Norte poderia ser distrito de Nova Mutum ou Nova Xavantina.... Lá o dinheiro p
De: vendedor
Para: interessados
vendo moto broz 2011/2012 pego uma biz no negocio interssados ligar no 66 996148337
Fotos

Carregando...

Noticias
Entretenimento
Serviços