Prefeito teme pela vida e pede sigilo em investigação sobre delação -

Política

Publicado em: 22/09/2017 às 08:48:00 Autor: Fonte: HÍPER NOTÍCIA

O prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) teme por sua integridade física e de sua família. A fim de garantir sua segurança, o chefe do Executivo requer que as investigações quanto a acusação de recebimento de mensalinho do ex-governador Silval Barbosa, do mesmo partido, tramite sob sigilo.

No requerimento  encaminhado ao ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), o advogado André Jacob requer também que o inquérito sobre Pinheiro seja conduzido separadamente dos demais acusados de corrupção citados na delação de Silval.

 

No documento, a defesa argumenta que os fatos expostos sujeitaram o prefeito ao julgamento e ao escárnio público sem conceder à ele o direito a defesa.

 

“A exposição na forma como vem sendo posta, coloca em perigo a vida do Requerente e de todos seus familiares, na medida que exerce função pública, como prefeito, havendo a necessidade de lidar com o cidadão diariamente na fiscalização das obras públicas em andamento”, diz trecho do documento.

 

O advogado pontua ainda que os delatores mentiram a ocultaram informações em seus depoimentos ao Ministério Público Federal (MPF).

 

Pinheiro é citado na delação de Silval como um dos recebedores de mensalinho pago com dinheiro de propina arrecadado de empresários que mantinham contratos com o governo. Na época, o prefeito ocupava o cargo de deputado estadual e teria recebido os valores para aprovar as ações de Silval Barbosa.

 

O chefe do Executivo foi filmado pelo ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Cesar, enchendo os bolsos do paletó de dinheiro. O vídeo foi exibido no Jornal Nacional, da rede Gloro, e viralizou pelas redes sociais.

 

Notícias relacionadas

20/10/2017

Saiba quem são os deputados federais mais influentes nas redes sociais

Visualizar Notícia

20/10/2017

A postura indigesta de Alckmin

Visualizar Notícia

20/10/2017

Botelho é contra decreto e defende maior tempo para empenhar emendas

Visualizar Notícia

19/10/2017

Três postos terão 15 dias para pagar indenização de R$ 500 mil à Justiça

Visualizar Notícia

Copyright© 2017 - Todos os Direitos Reservados - Guarantã News