Hoje: 17/09/2019
    Horas: 00:00:00
×
Ex-presidiário assume PT em Rondonópolis

Ex-presidiário assume PT em Rondonópolis

  • 10/09/2019
  • NMT

Wendell Girotto, nome conhecido por vendas ilegais de terrenos sem regularização em Rondonópolis, é o novo comandante do PT na maior cidade do interior de Mato Grosso. Wendell já foi preso por ser um dos alvos da Operação “Sem Teto”, durante o ano de 2013, quando negociava lotes do então assentamento Ananias Filho e teria lesado, segundo investigação da época, dezenas de famílias.

Inicialmente, o novo presidente do diretório municipal do PT chegou a ficar foragido, durante a fatídica Operação, mas posteriormente se apresentou na Delegacia da Polícia Civil, responsável por desarticular a quadrilha, e foi levado até a Mata Grande. No total, mais de 200 lotes foram comercializados de maneira ilegal.

Girotto, que já antes tinha passagem na polícia por crime ambiental e por ter lesado moradores de outro assentamento rural, acabou enquadrado em estelionato, formação de quadrilha e falsidade ideológica, na época. Agora, em 2019, com a poeira mais baixa, ele assume o PT falando grosso e com discurso de moralidade.

Garantiu que o partido terá uma chapa completa para disputar a Câmara de Vereadores com 50% dos nomes sendo mulher. “Não temos candidatas laranjas”, alfinetou Girotto, referindo-se as acusações de candidatas “fake” que o PSL teria utilizado nas eleições de 2018, unicamente para atingir a cota feminina.

Wendell chega no partido com o deputado estadual, Valdir Barranco (PT), comandando o PT na esfera estadual e a deputada federal, Gleisi Hoffmann (PT), seguindo nos rumos dos direcionamentos nacionais.

Embora o modus operandi de seu ativismo se pareça, na verdade, com outro líder de esquerda, Guilherme Boulos (PSOL), a verdade é que o histórico de vida de Wendell não poderia estar mais alinhado com o momento petista.

De Lula até o novo líder de Rondonópolis, a verdade é que de cadeia este pessoal da estrela vermelha 13 entende.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho