Hoje: 17/09/2019
    Horas: 00:00:00
×
Fogo se alastra há mais de 5 dias, mata 50 animais e preocupa produtores em Canabrava do Norte

Fogo se alastra há mais de 5 dias, mata 50 animais e preocupa produtores em Canabrava do Norte

  • 12/09/2019
  • G1 MT

Dois assentamentos foram atingidos por incêndios. Mais de mil famílias foram prejudicadas.

Um incêndio que começou há mais de cinco dias atingiu a zona rural de Canabrava do Norte, e matou cerca de 50 animais, entre vacas, bois e bezerros. De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Antônio da Fonseca Cabral, o fogo está sem controle. Por isso, a prefeitura decretou situação de emergência.
 
O secretário explicou ainda que a chamas atingiram um assentamento onde vivem mais de 200 famílias. Na localidade, que fica a 70 km do perímetro urbano, 80% das propriedades foram atingidas pelo incêndio.
 
"O fogo está incontrolável. Os bombeiros de Confresa estiveram aqui, mas não conseguiram extinguir. Os moradores ajudaram, mas a situação está muito difícil", comentou ele.
  
Cabral contou que, na semana passada, outro incêndio foi ocasionado pela queda do escapamento de um veículo, o atrito como asfalto gerou uma faísca que atingiu o mato à beira da estrada e se alastrou.
 
O município tem cinco assentamentos provenientes dos programas de reforma agrária. Dois deles foram atingidos por grandes incêndios. Entretanto, segundo o secretário, todos tiveram algum prejuízo ocasionado pelo fogo.
 
A última chuva registrada em Canabrava do Norte foi no início de maio. As 1.300 famílias assentadas estão se juntando para evitar que novas propriedades sejam atingidas.
 
Ainda segundo Cabral, o município não tem brigada de incêndio e nem sede do Corpo de Bombeiros.
 
"Depois do que aconteceu, já vamos começar um curso para que a gente tenha aqui no município, pessoas que consigam agir neste tipo de situação", afirmou.
 
Na segunda-feira (9), o prefeito João Cleiton Medeiros assinou um decreto declarando situação de emergência no município. O documento permite contratos sem licitação para serviços que resolvam este tipo de situação.
 
O decreto tem validade de 180 dias também visa a obtenção de recursos junto ao governo para que os assentamentos possam ser recuperados.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho