Hoje: 17/09/2019
    Horas: 00:00:00
×
Acusado de agredir esposa, PM denuncia até vereador em MT

Acusado de agredir esposa, PM denuncia até vereador em MT

  • 12/09/2019
  • Folha Max

Uma suposta agressão de um tenente da Polícia Militar contra sua esposa gerou um registro de denúncia contra uma publicação no Facebook sobre o assunto. O caso ocorreu em Alto Araguaia (417 km de Cuiabá).

A suposta agressão teria ocorrido na madrugada de terça-feira, sendo que a esposa do policial foi levada para emergência do Hospital Municipal da cidade e recebeu atendimento médico. A publicação numa página de rede social viralizou com informes de que a Polícia Militar estaria passando "panos quentes" no ocorrido. 

Parte da publicação informa também que na emergência do hospital, dois soldados comparecerm a unidade. Com a polêmica das informações publicadas, o tenente registrou uma denúncia contra cinco pessoas, incluindo um vereador da cidade vizinha, Ponte Branca.

A diretoria do Hospital Municipal confirmou o atendimento a paciente na madrugada de terça-feira, e que a equipe de plantão acionou a Polícia Militar para verificar a ocorrência. A assessoria da PM informou ao FOLHAMAX que a ocorrência em questão foi registrada pela Polícia Militar de Santa Rita do Araguaia, estado de Goiás, onde teria ocorrido a suposta agressão. No documento, é descrito que "não houve agressão".

Em caso que envolve militar, por determinação do 4º Comando Regional, o boletim de ocorrência e demais documentos relacionados incluindo uma apuração prévia e serão encaminhados para a Corregedoria da PM, em Cuiabá, para que o procedimento investigatório possa ser instaurado.

Difamação

Já no boletim de ocorrência resgistrado em Mato Grosso, o tenente identificado como M.B.M, 32 anos, relata que chegou até seu conhecimento, uma postagem nas redes sociais se referindo a suposta agressão contra sua esposa.

No documento, o tenente alegou que a publicação o acusa de ter “sido beneficiado pela equipe policial”, pois o boletim de ocorrência da agressão não foi registrado.

De acordo com o policial, “os fatos são mentirosos e tem o intuito de injuriá-lo, difamá-lo, bem como caluniá-lo e que os boatos tem trazido prejuízos pessoais e profissionais”.

A esposa do policial também teria comparecida a delegacia para prestar denúncia contra as pessoas envolvida na publicação, alegando que são falsas.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho