Hoje: 17/09/2019
    Horas: 00:00:00
×
GOIÁS:  Pai leva barril de chope para maternidade

GOIÁS: Pai leva barril de chope para maternidade

  • 12/09/2019
  • G1

O empresário Flávio de Oliveira e Silva, de 40 anos, resolveu comemorar o nascimento da filha levando um barril de chope de 3 metros de altura para a frente de uma maternidade em Goiânia. Com um cartaz “Mijo da Bárbara”, ele anunciou a chegada da menina, com o tradicional “beber o mijo da criança”.

“Foi uma forma de expressar a felicidade e comemorar com quem fosse visitar a minha filha. Para expressar o amor e a alegria de ser pai de uma princesa”, contou ele.

O Flávio é casado com a Brunna Caroline Nascimento de Oliveira, de 31 anos, com que já tem o filho Flávio Henrique, de 6 anos. Ele disse que resolveu fazer a homenagem à filha, porque ele e a esposa decidiram que não terão mais filhos.

“Foi para festejar também ‘a raspa do tacho’. A gente encerrou, não vamos ter mais filhos”, comentou.

A Bárbara Romana nasceu às 7h15 desta terça-feira (10) com 3.350 kg, durante uma cesariana em uma maternidade que fica no Setor Bueno.

Moradores de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana, os pais sabiam que familiares e amigos iriam se deslocar até o local para visitar a menina. Foi então que o Flávio resolveu levar o barril de chope de madeira para a frente da maternidade.

Apesar do tamanho de 3 metros chamar a atenção, o barril de madeira, em cima de um reboque, é na verdade usado de enfeite para cobrir outro de inox de 50 litros, segundo informou Flávio.

“Contratei o barril de chope de 50 litros de um amigo que aluga para feiras e levamos até lá. Eu quis mostrar que estava alegre e satisfeito com todos os meus amigos, meus irmãos, meu sogro, toda a minha família”, lembrou.

Mas a alegria do empresário acabou contagiando também quem passava pelo movimentado local. Alguns desconhecidos pararam para comemorar, enquanto outros fizeram fotos e publicaram nas redes sociais.

Além do chope, foi servido um pernil defumado e doses de uma cachaça francesa, que o empresário guardava desde de 1999, quando, segundo ele, retornou da França, onde morou. "Era para um momento especial como este", contou.

Ainda de acordo com Flávio, a comemoração aconteceu entre o fim da tarde e a noite de desta terça-feira e foram tomadas todas as precauções para não perturbar o silêncio da maternidade e nem atrapalhar a passagem de perdestes.

Loja fechada

O barril em frente à maternidade não foi a única coisa feita pelo Flávio para marcar o dia do nascimento da filha, ele também fez vários vídeos mostrando os momentos antes do nascimento da menina, desde a saída de casa, e também fechou as portas do seu comércio em Aparecida de Goiânia.

“Muita gente me ligou perguntando quem tinha morrido porque fechei a minha madeireira. Eu falei que o motivo era o nascimento da minha filha. Motivo melhor não há”, relatou.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho