Hoje: 09/12/2019
    Horas: 00:00:00
×
Nome sujo ainda consta no histórico de mau pagador após 5 anos de dívida? Entenda!

Nome sujo ainda consta no histórico de mau pagador após 5 anos de dívida? Entenda!

  • 14/11/2019
  • Edital Concurso Brasil

A dívida pode prescrever e não deve mais ser cobrada na Justiça pelos bancos, mas o baixo score do consumidor gera outros problemas.

 

A situação financeira de cerca de 63,2 milhões de brasileiros não é das melhores, isso porque esse é número de pessoas – 40,4% da população- que está com CPF negativado no SPC e Serasa. Entre as dúvidas da maioria dos devedores é o que acontece após os cinco anos da dívida, se ainda há consequências, mesmo com a prescrição.

É certo que o nome volta a ficar limpo e não pode mais ser levado aos serviços de proteção ao crédito por conta da dívida, além disso, ela não pode ser mais cobrada na Justiça após os cinco anos. Porém, a vida financeira continua complicada.

Isso porque a pessoa fica marcada como mau pagadora e com baixo score, que é uma pontuação calculada pelas casas de crédito que mede o grau de inadimplência do consumidor que vai de zero a mil, quanto maior, mais pontual a pessoa é com seus pagamentos.

O baixo score impede tentativas futuras de conseguir crédito, ou quando consegue, os juros são muito altos. Dessa forma, ter acesso a empréstimos, contratar um cartão de crédito ou alugar um imóvel são alguns dos exemplos de serviços que ficam difíceis de serem aprovados para quem deixou prescrever uma dívida.

Outro problema é que o banco,desde que não seja de maneira abusiva, pode continuar cobrando por meios extrajudiciais, como por cartas, ligações ou propostas de renegociação. Vale ressaltar que nestes casos, o consumidor pode simplesmente alegar que a dívida já expirou, mas a dívida ainda consta no histórico do banco.

Além disso, enfrentar os cinco anos até a prescrição envolve um período complicado de riscos como o de perder carro e casa, pois o credor pode entrar com uma ação exigindo o pagamento, e a Justiça pode determinar o bloqueio de bens que são levados a leilão para quitar a dívida.

Feirão Limpa Nome Serasa

Pensando na vida complicada do devedor, o Serasa promove, até dia 30 de novembro, o Feirão Limpa Nome que conta com a participação de 31 empresas entre bancos e várias companhias para ajudar na renegociação das dívidas. Os descontos podem chegar a até 98%.

Os interessados em participar devem acessar o site do Feirão e inserir o CPF para consultar online as propostas de negociação das empresas. Se as duas partes concordarem com os termos, o site disponibiliza um boleto para pagamento.

As empresas que participam da ação são as seguintes:

  • Santander
  • Itaú
  •  Recovery
  • Ativos
  • Net
  • Claro
  • Embratel
  • Anhanguera
  • Credsystem
  • Ipanema
  • Unopar
  • Sky
  • Nextel
  • Banco BMG
  • Digio
  • Hoepers
  • Porto Seguro
  • Tricard
  • Oi
  • Zema
  • Unic
  • Fama
  •  Pitágoras
  • Uniderp
  • Unime
  • Itaucard
  • Hipercard
  • Ativos/S.A
  • Elmo
  • Tenda
  • Energisa
  • EDP
  • Banco Original

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho