Hoje: 24/01/2020
    Horas: 00:00:00
×
MTI interliga 7 novos pontos de conexão

MTI interliga 7 novos pontos de conexão

  • 03/01/2020
  • Folha Max

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) interligou sete novos pontos de conexão dos órgãos públicos com a Rede Infovia neste ano de 2019. A medida melhorou a comunicação desses órgãos e auxiliou na redução dos custos, pois estes não precisam mais contratar links com operadoras para ter acesso aos serviços do Governo e à Internet.

A infovia é uma infraestrutura central de rede de comunicação, através de fibra ótica, de alta capacidade e disponibilidade, tendo como ponto central o Datacenter da MTI, que aporta toda comunicação e integração de dados dos órgãos públicos do Estado de Mato Grosso. Atualmente, a rede tem 60 quilômetros de malha de fibra ótica e um total de 70 pontos de conexão.

Entre os novos pontos incluídos neste ano estão os que interligam a Infovia ao Hospital Estadual Santa Casa, à Escola Estadual Cesário Neto, Casa Cuiabana, rota 2 da Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat), além da rota 2 do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), e Rota 3 da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Com a inclusão desses novos pontos de conexão esses órgãos passam a contar com uma melhor qualidade na prestação do serviço de comunicação, além de maior segurança, de acordo com o gerente da Unidade de Gestão de Infraestrutura de TIC da MTI, Julio Pinheiro.

“Nós entregamos uma qualidade do serviço maior do que eles tinham anteriormente - e a um valor menor do que eles pagavam para outras operadoras”, disse.

Dos 70 pontos de conexão da Infovia, 32 são órgãos públicos atendidos pela rede LAN, que abrange a rede local do Centro Político Administrativo. Outros 38 órgãos são atendidos pela rede MAN, que abrange a rede metropolitana da Baixada Cuiabana.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho