Hoje: 08/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Morre segundo mato-grossense que tentou incendiar casa de deputada na Bolívia

Morre segundo mato-grossense que tentou incendiar casa de deputada na Bolívia

  • 03/01/2020
  • Olhar Direto

Victor Benedito Lopes Pagano, de 17 anos, morreu nesta sexta-feira (3), após sofrer queimaduras de segundo e terceiro grau ao tentar incendiar a casa de uma deputada departamental no povoado de San Matias, Ceidy Carreño. Ele estava internado no Hospital Regional de Cáceres (a 219 quilômetros de Cuiabá), desde a última quarta-feira (1º). O seu amigo Thiago Garcia Galha, 26 anos, morreu no mesmo dia. Os dois eram de Mirassol D’Oeste (296 quilômetros de Cuiabá)

Segundo as informações das autoridades bolivianas, Victor, Thiago e um boliviano estariam em uma suposta tentativa de roubo a casa da deputada. Porém, no momento em que tentaram colocar fogo na residência, os galões que eles levavam acabaram sendo atingidos pelas chamas.

Todos foram atingidos pelo fogo e precisaram ser encaminhados para uma unidade de saúde da cidade de San Matias. Depois, precisaram ser transferidos para o Hospital Regional de Cáceres, que dispunha de melhor atendimento. Thiago morreu já no lado brasileiro da fronteira.

Os familiares da deputada foram até o hospital, na tentativa de fazer justiça com as próprias mãos e tentaram impedir a transferência dos supostos criminosos. Porém, após intervenção das autoridades bolivianas, foi possível encaminhar os suspeitos ao Brasil.
 
Em um vídeo divulgado nos canais oficiais, o prefeito de San Matias, Fábio Lopes Olivares, esclareceu que não foram os bolivianos que colocaram fogo nos brasileiros. Ele confirmou o suposto roubo e pontuou que os suspeitos teriam sido os responsáveis por provocar o incêndio.

Além disto, o prefeito pontuou que as autoridades bolivianas investigam o fato com o apoio do Grupo Especial de Fronteira – Gefron - e da Policia Federal em Cáceres

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho