Hoje: 05/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Servidor público de Guarantã do Norte  morre em acidente no Mato Grosso do Sul

Servidor público de Guarantã do Norte morre em acidente no Mato Grosso do Sul

  • 06/01/2020
  • Só Notícias

O acidente aconteceu, esta manhã, na BR-158, entre os municípios de Paranaíba e Cassilândia, no Mato Grosso do Sul. Nélio Novaes Souza, 65 anos, morreu no local. Ele era técnico da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e morava em Guarantã do Norte (252 quilômetros de Sinop).

A vítima estava em um Toyota Corolla cinza, com placas de Guarantã do Norte, que colidiu com uma carreta Scania vermelha, que seguia na direção contrária. O acidente aconteceu no quilômetro 38 da rodovia federal, nas proximidades de um trevo que dá acesso ao município goiano de Lagoa Santa.

A Polícia Civil foi acionada e esteve no local para iniciar as investigações sobre as causas da colisão. Uma investigadora de Paranaíba informou, ao Só Notícias, que conversou com o motorista da carreta, que não ficou ferido.

“Ele observou que a vítima estava em um Corolla e freou bruscamente. Tinha um carro branco na frente e o motorista supôs que (Nélio) freou para não bater neste carro, quando caiu no acostamento e bateu na carreta”.

Além de Nélio, também estavam no veículo a esposa (idade não informada) e o filho dele, de 25 anos. Eles tiveram apenas escoriações. A investigadora deu detalhes da conversa que teve com a mulher de Novaes no local.

“Ela falou que o carro branco ultrapassou. Nem eles, nem as pessoas que estavam neste carro viram que havia uma carreta na frente. Quando o marido dela visualizou, freou porque não iria dar tempo de o carro fazer a ultrapassagem. Aí quando freou para dar espaço para este carro entrar, perdeu o controle e colidiu com a carreta”.

O corpo de Nélio foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Ainda não há informações sobre os procedimentos fúnebres.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho