Hoje: 22/01/2020
    Horas: 00:00:00
×
PARÁ:  Bebê é estuprada e está em estado grave

PARÁ: Bebê é estuprada e está em estado grave

  • 08/01/2020
  • Correio de Carajás

Foram presos em flagrante no final da tarde de terça-feira (7), em Parauapebas, Deyvyd Renato Oliveira Brito, 31 anos de idade, e Irislene da Silva Miranda, 28. Deyvyd é acusado de estuprar a enteada de apenas um ano e oito meses de idade, com o conhecimento de Irislene, mãe do bebê.

A criança deu entrada desfalecida no Hospital Municipal (HMP) e está em estado grave. Segundo a delegada Ana Carolina, que estava no plantão na 20ª Seccional e é titular da Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam), o caso foi informado à polícia pelo HMP.

De acordo com a casa de saúde, ao dar entrada com a filha no hospital Irislene de início alegou que a criança estava brincando na cama, caiu e bateu a cabeça. Depois, quando estava assistindo televisão, a menina perdeu as forças e desfaleceu.

De acordo com a delegada, como a criança estava muito fraca, a equipe de saúde a encaminhou para a sala vermelha, de emergência, onde ficam os casos mais graves. “Uma técnica de enfermagem bastante experiente, ao retirar a fralda da criança, observou lesões nas partes íntimas dela, características de abuso sexual. A menina foi encaminhada a sala de sutura e durante o procedimento ela teve parada cardiorrespiratória e foi reanimada por uma equipe do Serviço Móvel de Urgência e depois foi entubada”, detalha a delegada.

De acordo com Ana Carolina, a criança está em estado grave e se conseguir resistir será transferida para o Hospital Regional de Marabá ou Belém. Diante do caso de suspeita de estupro, a Polícia Militar foi acionada.

Em conversa com uma médica, já na presença dos policiais, a mãe da criança contou que saiu para comprar carne e quando voltou a criança já estava muito mal no colo do padrasto. “Ela contou que ele a entregou e disse: toma, lava as partes íntimas dela, porque ela está toda suja. Durante o banho, a criança não reagia mais e ela levou para Deyvyd fazer massagem cardíaca. Como ele não conseguiu fazer o procedimento, chamaram um vizinho que os levou para o hospital”, informa a delegada.

MÃE ADMITE

O mais absurdo de toda essa história, é que mãe admitiu que sabia dos abusos sexuais praticados pelo companheiro contra a criança. Segundo a delegada, ela detalhou que quando se recusava a manter relações sexuais come Deyvyd, ele abusava da criança, por isso inventou a história de que a menor caiu, para tentar encobrir os abusos dele.

Diante dos fatos, os dois receberam voz de prisão ainda no hospital. Os dois foram indiciados por estupro de vulnerável e por tentativa de homicídio. “Deyvyd porque assumiu o risco de resultado morte da vítima e a mãe da criança por omissão, porque tinha conhecimento dos estupros sofridos pela filha e não procurou a polícia”, observa Ana Carolina.

De acordo coma delegada, os laudos médicos apontam que a criança tem lesões graves na vagina e a ânus. “O estado da criança é crítico”, ressalta.

(Tina Santos- com informações de Ronaldo Modesto) Correio de carajás

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho