Hoje: 11/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
DNIT publica portaria que define as restrições de peso e tipos de carga permitidos na BR-174/MT

DNIT publica portaria que define as restrições de peso e tipos de carga permitidos na BR-174/MT

  • 10/01/2020
  • Notícia Exata

Visando manter a segurança do tráfego na BR-174/MT, a partir do dia 13 de janeiro entra em vigor portaria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT que regulamenta a circulação de veículos pesados na rodovia. Conforme o documento, fica proibido o tráfego de veículos com o Peso Bruto Total Combinado (PBTC) acima de 48,50 (quarenta e oito e meia) toneladas na rodovia BR-174/MT, no segmento localizado entre os municípios de Castanheira, Juruena e Colniza.

A medida se faz necessária, especialmente no período de chuvas, época em que a região é suscetível a alagamentos e comprometimento da trafegabilidade na rodovia. O controle será feito por meio de balança implantada no início do trecho que compreende esses três municípios, localizada no quilômetro 825 da BR-174/MT. Também será realizado controle de restrição de tráfego nos pontos que requerem maior atenção.

Todas as ações serão realizadas a partir do dia 13/01. A fiscalização será executada pelos agentes de trânsito do DNIT, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal - PRF.

O DNIT esclarece que o segmento ainda não foi implantado e as condições adequadas de trafegabilidade ocorrerão somente após a efetiva construção da rodovia, que não está sob a responsabilidade do governo federal. O DNIT também recomenda aos motoristas que evitem trafegar nos períodos de chuvas intensas.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho