Hoje: 06/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Presa no DF, filha mantinha idosa com ferida aberta até o pulmão

Presa no DF, filha mantinha idosa com ferida aberta até o pulmão

  • 16/01/2020
  • Metrópoles

Agentes da Polícia Civil encontraram a vítima totalmente debilitada, sem os dentes e com as fraldas sujas de fezes e urina

 

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, na nessa terça-feira (14/01/2020), Flávia Cristina Marçal, 38 anos, acusada de maltratar a própria mãe, uma idosa, de 69, em Taguatinga Sul. Após receber uma denúncia, os agentes flagraram a vítima dentro de casa. Ela estava desnutrida, sem dentes e com várias feridas pelo corpo. Um dos machucados, nas costas, deixava o pulmão da mulher à mostra, de tão profundo.

denúncia partiu de um médico do Núcleo de Atendimento Domiciliar, do Hospital de Taguatinga (HRT). Durante uma das visitas, o profissional se deparou com as cenas, descritas pelos investigadores da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa, por Orientação Sexual ou contra a Pessoa Idosa e com Deficiência (Decrin) como “deploráveis”.

“Foi uma situação desumana, é uma coisa muito deplorável. A filha falou com muita frieza. Disse que estava juntando dinheiro para dar um funeral digno para a mãe”, disse a delegada-chefe da Decrin, Ângela Maria dos Santos.

Em nota, a PCDF informou que a vítima encontrava-se em estado vegetativo quando a equipe da polícia especializada chegou ao local. Envolta apenas em um lençol, a idosa usava fraldas, que estavam sujas de fezes e urinas. Na cozinha, alimentos mantidos sem refrigeração, fora do prazo de validade, deixavam o ambiente com o odor forte.

Aos investigadores, a filha da idosa teria assumido que usava, mensalmente, os R$ 3,9 mil da aposentadoria da mãe para benefício próprio. Ela justificou que a vítima se alimentava por meio de sonda e, por isso, não tinha gastos pessoais. Ela pagou fiança de R$ 2,5 mil e acabou liberada.

A idosa, que é servidora aposentada da Secretaria de Educação, vinha sofrendo com o agravamento de sua condição de saúde por conta de um acidente automobilístico ocorrido 20 anos atrás. Há uma década, a vítima se encontra em estado vegetativo e recebe cuidados da filha única.

“Nós fomos acionados pelo Núcleo de Atendimento Domiciliar da Secretaria de Saúde para acompanhar uma visita e verificar a situação. Encontramos uma casa com um ambiente totalmente insalubre, sem as mínimas condições de higiene, quente e sem ventilação, a ponto de os policiais que participaram da ação pagarem mal”, descreve a delegada Ângela Maria dos Santos.

A filha contou, em depoimento, que “cuida” da mãe desde que tinha 18 anos de idade. Nunca trabalhou e diz ter trancado a faculdade para ficar com a idosa. “Ela disse que nunca contratou cuidadoras porque temia que elas maltratassem sua mãe”, informou a delegada.

Com o dinheiro da aposentadoria da vítima, a filha comprava roupas, comida e, recentemente, adquiriu um celular de última geração. “Chamou a atenção a frieza como ela falava sobre fazer uma poupança para dar um funeral digno para a mãe”, ressalta Ângela Maria. Conforme a policial, a autora chegou a juntar R$ 6 mil na poupança, mas a conta estava com apenas R$ 50 no dia em que foi detida.

“Os policiais que foram ao local a descreveram cimo um cadáver vivo. Ela estava se desintegrando, uma situação deplorável”, assinalou a delegada.

Após ser resgatada, a mulher idosa foi levada as pressas para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT), onde está entubada e espera por cirurgia. O caso foi comunicado ao Ministério Público, que definirá o destino da vítima, caso receba alta. Na hipótese de falecimento, a filha poderá responder por outros crimes.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho