Hoje: 22/01/2020
    Horas: 00:00:00
×
Polícia e órgãos fiscalizadores apreendem fios e cabos de energia em situação irregular em lojas de MT

Polícia e órgãos fiscalizadores apreendem fios e cabos de energia em situação irregular em lojas de MT

  • 16/01/2020
  • G1 MT

Os fios e cabos que são utilizados nas instalações elétricas devem estar de acordo com as normas do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

 

O comércio de fios e cabos elétricos em Cuiabá e Várzea Grande foi alvo de fiscalização na operação “Tá Fora, Tá Fora”, deflagrada, nesta terça e quarta-feira (14 e 15), pelo Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT), com apoio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), e do Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos de São Paulo (Sindicel).

Os fios e cabos que são utilizados nas instalações elétricas devem estar de acordo com as normas do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Devido ao grande percentual de reprovação de produtos, o trabalho tem como foco diferentes marcas de fios e cabos de 750v, que devem atender os parâmetros previstos na Norma 280.

Para a operação, o Ipem recebeu mais um equipamento vindo de São Paulo (SP), que auxiliam fiscais nas medições das resistências presentes nos fios ensaiados, de acordo com seu diâmetro e seguindo a norma específica. O equipamento, mais leve e que pode ser levado a campo, avalia a resistência elétrica dos condutores, identificando assim a possibilidade de fraudes contra os consumidores após a certificação do produto.

De acordo com o presidente do Ipem, Bento Francisco Bezerra, os ensaios feitos nos produtos visam apurar a resistência do fio e se estão de acordo com a norma. Quanto mais grosso o fio, menor a resistência e maior capacidade de conduzir a energia elétrica.

Segundo o delegado, Antonio Carlos de Araújo, até o momento, foram 7 estabelecimentos comerciais vistoriados, sendo quatro em Cuiabá e três em Várzea Grande. Foram apreendidos produtos irregulares em cinco deles. Nos locais, foi realizada a apreensão de fios lacrados e com selo do Inmetro.

“O representante do comércio é intimado a comparecer na Decon, para informar a origem do produto e onde foi adquirido, para caso a infração criminal não seja aqui, seja possível identificar o responsável pela produção do produto irregular”, disse o delegado.

Ficando constatada a irregularidade, os responsáveis podem responder pelo crime de vender ou expor à venda mercadoria cuja embalagem, tipo, especificação, peso ou composição esteja em desacordo com as prescrições legais, ou que não corresponda à respectiva classificação oficial; previsto no artigo. 7, inciso, II, da Lei. n. 8.137.90.

O nome da operação “Tá Fora, Tá Fora” está relacionado ao fato de que se o fio ou cabo estiver fora da norma, também deverá estar fora da prateleira do comércio.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho