Hoje: 02/04/2020
    Horas: 00:00:00
×
PM demite sargento e cabo condenados por torturarem preso em MT

PM demite sargento e cabo condenados por torturarem preso em MT

  • 21/01/2020
  • Folha Max

Policiais foram condenados a 4 anos e 8 meses de prisão em 2008

 

O Comando Geral da Polícia Militar exonerou o sargento da Polícia Militar, A.S.B., e o cabo R.G.S. Eles foram condenados, em 2008, a 4 anos e 8 meses de prisão pelo crime de tortura, mas vinham se mantendo no cargo através de recursos.

A decisão judicial ainda havia determinado a perda do cargo dos dois militares. A exoneração é de 15 de janeiro deste ano, mas foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (21).

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE), o sargento e o cabo teriam espancado um suspeito preso por embriaguez em 1997. 

“A vítima foi conduzida novamente ao Destacamento da Polícia Militar, onde algemaram seu braço ao tornozelo direito. A partir deste momento, os denunciados começaram a espancar a vítima, dando-lhes socos e chutes, principalmente nas regiões da cabeça e das costas”, diz trecho da sentença assinada pelo juiz Francisco Rogério Barros, da comarca de Campinápolis. 

Consta nos autos ainda que o homem teria sido detido após tentar resistir a prisão e desacatado os policiais. “Narra a peça acusatória que a vítima foi detida pelos policiais A.S.B., e o cabo R.G.S., por embriaguez, desacato e resistência a prisão, razão pela qual foi encaminhada ao Destacamento da Policia Militar de Campinápolis”.

Ao proferir a decisão no dia 15 de janeiro deste ano, o Comandante Geral da Polícia Militar de Mato Grosso determina o recolhimento da farda e dos apetrechos que pertença ao Estado, bem como pede a exclusão dos titulares na folha de pagamento. 

“Determinar ex-militar, que realize o recolhimento do fardamento e dos apetrechos que pertença a Fazenda Pública Estadual e que estejam sob sua posse, remetendo ao Setor de Identificação da PMMT”, diz trecho da decisão. 

O despacho deve ser cumprido em até 5 dias após a publicação no Diário Oficial. 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho