Hoje: 09/04/2020
    Horas: 00:00:00
×
Igreja Católica suspende atividades que aglomeram pessoas em 30 municípios de MT

Igreja Católica suspende atividades que aglomeram pessoas em 30 municípios de MT

  • 19/03/2020
  • Só Notícias

A partir da presente data até a Páscoa (podendo ou não ser prolongado), ficam suspensas todas as programações de eventos

 

A Diocese Sagrado Coração de Jesus de Sinop-MT, através do seu Bispo Dom Canísio Klaus, decidiu, nesta quarta-feira (18), suspender eventos que aglomeram grande número de pessoas nas 34 paróquias em 30 municípios.

A partir da presente data até a Páscoa (podendo ou não ser prolongado), ficam suspensas todas as programações de eventos como: formações, catequeses, reuniões, assembleias, concentrações, novenas, procissões, celebrações, congressos, festas e afins, que aglomeram grande número de pessoas. Sendo necessário que as Paróquias, comunidades, Pastorais e Organismos em questão encontrem, no momento oportuno, alternativa de novas datas para a sua remarcação.

A Diocese de Sinop insiste na observância empenhada, irrestrita e incondicional às Orientações Básicas já dadas pelas instâncias eclesiais e governamentais superioras, entre elas: a higienização adequada das mãos, o uso frequente do álcool em gel, cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir, não compartilhar objetos pessoais, evitar o máximo possível a circulação pública e os deslocamentos principalmente viagens, evitar o contato físico estabelecendo formas menos perigosas para o contágio nos cumprimentos e abraços, manter distância ao conversar, primar pela ventilação e limpeza dos ambientes, evitar todas as atividades religiosas que contemplem a aglomeração de pessoas, enquanto possível as atividades sejam em grupos menores e ao ar livre evitando ambientes fechados, a sagrada comunhão eucarística seja dada e recebida nas mãos, não se dar as mãos no momento da oração do Pai-Nosso, suspender o abraço da paz nas missas, bem como evitar os contatos no acolhimento e despedida nas portas das igrejas. Suspender temporariamente as visitas aos enfermos e idosos tanto nas unidades hospitalares quanto nos domicílios, suspender as visitas nos cárceres. Incentivar o acompanhamento das atividades religiosas como missas, terços e pregações a partir de casa pelos Meios de Comunicação Católicas (principalmente os que fazem parte dos chamados grupos de risco), muito cuidado com as fake news e não compartilhar notícias falsas, entre outras.

Contudo, estas são as orientações a nível Diocesano. Em cada Paróquia, de acordo com as necessidades e a decisão de cada pároco, poder-se-á serem estabelecidas regras de conduta e/ou decisões relacionadas às práticas de oração e celebrações dos sacramentos, atividades catequéticas e pastorais, aos mutirões de confissões quaresmais, bem como referentes aos eventos de Pastorais e Movimentos, a nível paroquial. Recomenda-se muita atenção, incluindo possíveis mudanças de rotinas e até suspensão de atividades, e que as decisões sejam tomadas com rápida agilidade de operacionalização. O perigo é iminente e, embora não deva trazer desespero, está diante de todos e o seu poder maléfico de efeito é desastroso e extremamente veloz.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho