Hoje: 05/06/2020
    Horas: 00:00:00
×
Cuiabá proíbe velórios e aconselha que mortos sejam cremados

Cuiabá proíbe velórios e aconselha que mortos sejam cremados

  • 29/03/2020
  • Folha Max

A Prefeitura de Cuiabá está se organizando cada vez mais com o intuito de evitar a disseminação do coronavírus na capital e para isso está adotando e seguindo protocolos e recomendações da Organização Mundial de Saúde OMS. A atual situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública. Sendo assim, nesta sexta-feira (27), o secretário Municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho assinou a Portaria Nº 017/2020/SMS, que regulamenta os procedimentos nas unidades de saúde, Hospitais Públicos e privados durante os cuidados com os restos mortais, dos óbitos suspeitos ou confirmados, bem como nos velórios em casos de Covid – 19/SARS-COV-2, no município de Cuiabá – MT.

A Portaria descreve detalhadamente como deve ser realizado o trabalho dos profissionais que tiverem contato com os restos mortais, desde o uso do todos os Equipamentos de Uso Individual – EPIs, até o preparo do corpo, descarte correto dos materiais após a finalização dos procedimentos e medidas de desinfecção. Em relação aos velórios, a Portaria proíbe a realização no caso de suspeitos ou confirmados de Covid – 19/ SARS-COV-2.

Para estes casos, o corpo deverá ser manuseado no local do óbito e autorizado seu transporte apenas direto ao cemitério ou crematório. Recomenda-se ainda que seja realizada a cremação dos restos mortais.

Em caso de sepultamentos para suspeitos ou confirmados de Covid – 19/ SARS-COV-2, a urna deverá ser lacrada e a despedida deverá ser feita no cemitério em ambiente aberto e ventilado, podendo ser na presença de no máximo dez pessoas, evitando aglomerações, sem contato com a urna mortuária. Além disso, não é recomendado que pessoas integrantes do grupo de risco compareçam à cerimônia de sepultamento. “Não foi fácil assinar esta Portaria que trata de assuntos tão difíceis, mas infelizmente foi necessário para preservarmos tanto os profissionais que trabalham nesta área e os familiares das vítimas também. Estamos certos de que logo conseguiremos passar essa fase tão difícil, mas por enquanto precisamos nos cercar de todos os cuidados possíveis para evitarmos a propagação desse vírus”, concluiu o secretário de saúde. 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho