Hoje: 05/06/2020
    Horas: 00:00:00
×
Deputado denuncia truculência da PM contra sem-terra a mando de grileiro em Novo Mundo

Deputado denuncia truculência da PM contra sem-terra a mando de grileiro em Novo Mundo

  • 08/04/2020
  • Olhar Direto

Uma mulher teria sido obrigada a tirar a roupa na frente de várias pessoas.

 

O deputado Valdir Barranco (PT) denunciou, em sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (6), truculência de policiais militares contra moradores de um assentamento no município de Novo Mundo, região norte de Mato Grosso. Uma mulher teria sido obrigada a tirar a roupa na frente de várias pessoas.

O episódio teria ocorrido na última terça-feira (30). Conforme o parlamentar, militares em uma SW4 possivelmente cedida por um grileiro da terra, teriam constrangido os sem-terra. “O acampamento é uma área pública da União, já com decisão da Justiça Federal de Sinop em favor da Advocacia Geral da União”, afirma.

“Esses policiais militares estiveram lá para constranger, aterrorizar os trabalhadores rurais sem-terra, que lutam para ter uma oportunidade de 10 - 20 hectares, de uma terra pública”, denunciou. Ainda de acordo com Barranco, a área, cujo grileiro está interessado, possui 15 mil hectares.

“Como a polícia militar esteve lá, inclusive sem mandado judicial, constrangendo com revistas, obrigando os trabalhadores a se despirem, inclusive uma mulher teve que se despir publicamente, na frente de todo mundo”, disse o deputado, que cobrou investigação da Secretaria de Segurança Pública e dos demais órgãos.

 

Outro lado

 

A Corregedoria da Polícia Militar informou que até o momento não recebeu nenhuma denúncia sobre o caso em questão, mas tão logo seja oficializada tomará providenciais no sentido de apurar e adotar as medidas legais.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho