Hoje: 05/06/2020
    Horas: 00:00:00
×
Vereador e advogado brigam em sede de prefeitura em MT

Vereador e advogado brigam em sede de prefeitura em MT

  • 22/05/2020
  • Folhamax

O vereador Alessandro Silva Santos, o Xanduzinho (PSDB), e o chefe do setor de transporte do município, o advogado Edvilso Almeida Mesquita Junior, foram parar na delegacia após uma confusão na sede da prefeitura de Alto Paraguai (178 quilômetros de Cuiabá). A confusão ocorreu nesta quinta-feira.

De acordo com o boletim de ocorrência que o FOLHAMAX teve acesso, a briga aconteceu no período da manhã dentro da sala da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra). O advogado acusou o parlamentar de entrar na sala já proferindo xingamentos e palavras de baixo calão. Além disso, segundo o chefe do setor de transporte, houve agressão física por parte do vereador.

A “baixaria” foi presenciada por diversos servidores públicos. A Polícia Militar foi acionada e os dois brigões foram encaminhados para delegacia de Polícia Civil de Diamantino. 

Em entrevista aos policiais, o vereador alegou teria ido até o prédio cobrar fiscalizações sobre a frota escolar, quando ocorreu a confusão. 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho