Hoje: 11/07/2020
    Horas: 00:00:00
×
Com flexibilização, secretário prevê que casos de Covid-19 vão dobrar em 15 dias em MT

Com flexibilização, secretário prevê que casos de Covid-19 vão dobrar em 15 dias em MT

  • 29/05/2020
  • G1 MT

Até quinta-feira (28), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou até 54 mortes pela doença e número de casos confirmados de Covid-19 chegou a 2.085.

 

Os casos de coronavírus (Covid-19) em Mato Grosso devem dobrar nos próximos 15 dias. É o que estima o secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, que comentou -durante live nesta sexta-feira (29) - sobre a flexibilizar a quarentena no estado e retomada das atividades econômicas nas cidades mato-grossenses.

Até quinta-feira (28), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou até 54 mortes pela doença e número de casos confirmados de Covid-19 chegou a 2.085.

Gilberto declarou que o aumento já era previsto com a flexibilização dos decretos municipais e estaduais.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou na manhã de quinta-feira que os bares, restaurantes e lanchonetes de Cuiabá poderão retomar as atividades presenciais a partir do dia 8 de junho.

 

“Não vejo problema em lojas serem abertas para os clientes. Mas devemos ter rigidez: quem não estiver com máscara, não pode entrar em supermercado ou shopping. É uma questão de saúde pública. Teremos que flexibilizar porque a economia precisa girar”, argumentou Figueiredo.

 

Esses estabelecimentos devem funcionar de terça-feira a domingo das 11h15 às 15h para o almoço e das 18h30 às 23h no jantar.

A capacidade máxima de mesas e circulação de pessoas está limitada a 50%.

 

“Mas com essa flexibilização, muito provavelmente os casos vão aumentar. É uma questão de lógica. Acredito que em 15 dias vamos dobrar o número de casos de Covid em Mato Grosso”, lamentou.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho