Hoje: 11/07/2020
    Horas: 00:00:00
×
Grávida é obrigada mostrar barriga para não ser presa dentro de mercado em Cuiabá

Grávida é obrigada mostrar barriga para não ser presa dentro de mercado em Cuiabá

  • 05/06/2020
  • Folhamax

Uma gestante de 25 anos precisou mostrar a barriga para os funcionários de um supermercado em Cuiabá, para provar que não estaria cometendo o crime de furto, nessa quarta-feira (3). A mulher que está no sexto mês de gestação, chegou no estabelecimento e seguiu até a sessão de frutas.

No entanto, após ir para a sessão de ração para animais e fazer o pagamento no caixa, a mulher teria perguntado ao marido se ele tinha notado um funcionário cuidando dela, como se ela estivesse furtando algum produto. Logo depois, o funcionário teria se aproximado do casal e informou que a gestante deveria levantar a blusa de frio para verificar se ela escondia algo.

O marido respondeu imediatamente que ela estava grávida e, mesmo assim, o funcionário insistiu que ela tinha que levantar a blusa. Em seguida, a mulher avisou que iria processar o mercado, pois o que os funcionários estavam fazendo seria errado.

A mulher levantou a blusa e mostrou que não estava furtando nada, mas estava grávida, no 6º mês de gestação. Ela perguntou quem era a gerente e ele apontou para uma mulher que estava logo à frente, vendo toda a cena.

O funcionário alegou que a gerente o teria mandado abordar a gestante e conferir o que tinha embaixo da blusa dela. A gestante começou a questionar a atitude e a gerente teria dito que seria somente o trabalho dela.

Mesmo após provar que não havia furtado nada, a gestante alegou não ter recebido nem mesmo um pedido de desculpas e que continuou sendo tratada como se tivesse praticado um furto. No início da madrugada desta quinta-feira (4), ela procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência contando o ocorrido. O caso foi registrado como constrangimento ilegal.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho