Hoje: 12/07/2020
    Horas: 00:00:00
×
Paciente internada faz roupas de crochê para doar a recém-nascidos em Blumenau

Paciente internada faz roupas de crochê para doar a recém-nascidos em Blumenau

  • 29/06/2020
  • NSC TV

Marlene Scheurich faz tratamento contra um câncer e ficar dias no hospital passou a fazer parte da rotina para receber quimioterapia. Durante as sessões, ela faz o artesanato.

 

Marlene Scheurich, 65 anos, faz tratamento contra um câncer e ficar dias no Hospital Santo Antônio, em Blumenau, no Vale do Itajaí, para receber quimioterapia passou a fazer parte da rotina. No entanto, mesmo com a internação para o tratamento, ela não deixou de fazer o que mais gosta, que são peças de crochê, para doar aos recém-nascidos da unidade.

Apaixonada pelo artesanato, Marlene já ajudava a instituição antes mesmo de descobrir o câncer. Ela participou ativamente das ações sociais do hospital, confeccionando durante anos os polvos do projeto Octo, que traz maior conforto aos bebês.

A fisioterapeuta Ellen Santana, arrecada as linhas de crochê para entregar a Marlene, que também já recebeu doações de uma empresa de linhas. Com isso, ela conseguiu fazer outros suéteres, toucas, meias e luvas como um passatempo generoso para aguardar a sessão acabar.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho