Hoje: 09/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Enem 2020: maioria prefere prova em maio, após enquete; MEC diz que data do exame ainda será definida com entidades

Enem 2020: maioria prefere prova em maio, após enquete; MEC diz que data do exame ainda será definida com entidades

  • 01/07/2020
  • G1

Consulta aos candidatos ficou aberta de 20 a 30 de junho; entre as três opções, duas previam provas em 2021.

 

O secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Antonio Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, divulgaram nesta quarta-feira (1º) o resultado da enquete para definir as datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 e os próximos passos para a realização do exame.

Segundo Lopes, 50% dos participantes responderam que preferem a prova em maio de 2021 – mas a realização do exame ainda deverá ser articulada com entidades, como o Conselho dos Secretários Estaduais de Educação (Consed), Associação de Reitores (Andifes), entre outros.

"Com base na sinalização que eles querem fazer a prova em 2021, vamos conversar com representantes do ensino médio e ensino superior para ver quando será", afirmou Lopes. "A aplicação em maio dificulta a entrada [no ensino superior] no primeiro semestre do ano que vem." Segundo o presidente do Inep, isso também será levado às entidades.

Lopes afirma que a data definitiva pode não ser em maio, caso as entidades cheguem a este consenso.

"A expectativa é que em duas a três semanas a gente defina a data do Enem após o processo de construção coletiva", afirma Alexandre Lopes.

Entre os 5,8 milhões de candidatos confirmados para o Enem, 1.113.350 participaram da enquete, 19,3% dos inscritos confirmados.

Entre as opções, estavam as datas:

 

Opções na enquete para escolha de datas no Enem 2020

 

 

Opções Enem impresso Enem digital
1 6 e 13 de dezembro de 2020 10 e 17 de janeiro de 2021
2 10 e 17 de janeiro de 2021 24 e 31 de janeiro de 2021
3 2 e 9 de maio de 2021 16 e 23 de maio de 2021

Fonte: Inep

 

A votação se encerrou às 23h59 desta terça-feira (30).

Nesta terça-feira (30) a Câmara aprovou o texto-base de uma medida provisória que estabelece "normas excepcionais" para os sistemas de ensino devido às medidas de enfrentamento da pandemia do coronavírus.

Entre elas, está a determinação de que a data Enem seja definida em articulação com os sistemas estaduais de ensino. Essa alteração não estava prevista no texto enviado pelo Executivo.

Os deputados também aprovaram a flexibilização dos dias letivos e a antecipação da formatura para cursos de graduação da área de saúde.

Desde março, as aulas presenciais estão suspensas em todo o Brasil para conter a pandemia do coronavírus. Quatro meses após o fechamento das escolas, ainda não há definição sobre quando será possível voltar às salas de aula.

 

Enade 2020

 

Segundo Lopes, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2020 não será aplicado em 2020, devido à pandemia. O exame será feito em 2021.

A prova avalia o aprendizado de universitários em diferentes cursos todos os anos e estava prevista para ser aplicada em novembro.

 

Sisu

 

Vogel afirmou que o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) está aberto para verificação de vagas. As inscrições abrem de 7 a 10 de julho.

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema do MEC que reúne milhares de vagas de graduação em universidades públicas brasileiras. Para participar do Sisu é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019 e não ter tirado nota zero na prova de redação.

 

  • Abertura das inscrições: 7 de julho
  • Encerramento das inscrições: 10 de julho (até 23h59)
  • Divulgação dos resultados: 14 de julho
  • Abertura das matrículas: 16 de julho
  • Encerramento das matrículas: 21 de julho
  • Período de manifestação para lista de espera: de 14 a 21 de julho (até 23h59)

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho