Hoje: 13/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Em visita ao Paraná, ministro interino da Saúde oferta apoio às ações contra o coronavírus

Em visita ao Paraná, ministro interino da Saúde oferta apoio às ações contra o coronavírus

  • 24/07/2020
  • Ministério da Saúde

Na ocasião, foram anunciadas as habilitações de mais 14 leitos e medidas para garantir medicamentos para tratar pacientes com Covid-19

 

O Ministério da Saúde reforçou, nesta quinta-feira (23), compromissos para intensificar as ações de combate à Covid-19 no Paraná. Em visita ao estado, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, informou que a pasta trabalha em conjunto com os gestores locais para garantir a estruturação da rede pública de saúde para atendimento à população. Um dos resultados da reunião de trabalho, em Curitiba (PR), foi a assinatura para habilitação de mais 14 leitos de UTI para o estado. Esse quantitativo se soma aos 473 leitos já habilitados na capital e em 17 municípios.

Com base nas necessidades apresentadas pelo governo do estado e pelos gestores municipais, o Ministério da Saúde se comprometeu a atender às demandas, sobretudo as mais urgentes, como habilitação de novos leitos e garantir insumos e medicamentos necessários para diagnóstico e tratamento precoce. De acordo com o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, essa é uma estratégia para evitar óbitos, por mais que a curva de casos esteja em crescimento no período do inverno.

 “Em relação aos medicamentos, existe um aumento forte da demanda, aumento de preço e falta em alguns lugares. A compra de medicamentos é feita a nível do estado e municípios, mas quando começou a faltar, o Ministério da Saúde passou a coordenar as ações com produtores, CONASS e CONASEMS para garantir estoque de emergência. Então, estamos entregando no ponto certo, quando e onde há mais necessidade”, explicou o ministro interino.

Como solução para a escassez de medicamentos, Pazuello apontou a compra centralizada, com participação direta dos produtores e de estados e municípios. “Isso vai garantir estabilidade do mercado. Além disso, estamos negociando a compra de medicamentos via Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), porque o preço lá fora está acima das nossas tabelas”, informou.

“Agradeço a oportunidade de apresentar ao ministro interino o que o Paraná está fazendo em relação ao combate à Covid-19. Mostramos a estrutura; os leitos, muitos com credenciamento do Ministério da Saúde; e que os hospitais regionais, universitários e filantrópicos estão preparados, além da entrega de três hospitais para atender pacientes de Covid-19. Pleiteamos a necessidade de medicamentos, que estão em falta no mundo, e de alguns insumos”, descreveu o governador do estado do Paraná, Ratinho Júnior.

 

AÇÕES TRIPARTITE NO ENFRENTAMENTO À COVID-19

 

O Governo do Brasil mantém esforço contínuo para garantir o atendimento em saúde à população, em parceria com estados e municípios, desde o início da pandemia. O objetivo é cuidar da saúde de todos e salvar vidas, além de promover e prevenir a saúde da população. As iniciativas e ações estratégicas são desenhadas conforme a realidade e necessidade de cada região, junto com estados e municípios, e têm ajudado os gestores locais do SUS a ampliarem e qualificarem os atendimentos, trazendo respostas mais efetivas às demandas da sociedade.

Até esta quinta-feira (23), o Brasil registrou 2.287.475 casos confirmados da doença, sendo 59.961 registrados nos sistemas nacionais nas últimas 24h. Em relação aos óbitos, o Brasil possui 84.082 mortes por coronavírus. O estado do Paraná já notificou 62.004 casos e 1.545 mortes pela Covid-19.

 

Por Vanessa Aquino, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa

(61) 3315-2535/2351

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho