Hoje: 10/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
De algum modo a população precisa ser infectada para ganhar imunidade, afirma secretário

De algum modo a população precisa ser infectada para ganhar imunidade, afirma secretário

  • 28/07/2020
  • Olhar Direto

O secretário de Estado de Saúde (SES), Gilberto Figueiredo, defendeu a reabertura do comércio não essencial em Mato Grosso, decretado pelo governador Mauro Mendes (DEM) nesta sexta-feira (24). Segundo o gestor, de alguma maneira, a "população precisa ser infectada para ganhar imunidade".

"De alguma maneira, a população precisa ser infectada para ganhar imunidade. O problema era o percentual que se agravava e o número de leitos que havia, que antes era deficitário. Não dá para sacrificar por muito tempo a atividade econômica. Muitos setores chegaram ao estresse máximo", explicou o secretário.

Gilberto aproveitou para pedir para que a população não flexibilize o comportamento, continue a adotar o isolamento social e as medidas de higienização, já que para uma parcela das pessoas o vírus ainda é fatal.

O governador Mauro Mendes pontuou em entrevista coletiva que os números mostram uma queda do avanço da pandemia no Estado. Porém, ressaltou que, com o aumento no número de testes, é provável que nos próximos dias haja um aumento, resultado da subnotificação, o que não significa que o cenário está piorando.

O secretário Gilberto Figueiredo pontuou que o Estado já dá sinais no número de demandas de internação pela Covid-19.

O governador Mauro Mendes (DEM) editou novo decreto, nesta sexta-feira (24), liberando a abertura de serviços não essenciais em todo o Estado. A nova medida é impositiva e terá de ser seguida pelas prefeituras, que - a partir de agora - terão que comprovar a necessidade, através de dados locais, para que baixem suas próprias regras.

Um dos principais pontos é que os municípios poderão adotar medidas mais restritivas das que constam neste decreto somente quando justificarem, em dados concretos locais, a necessidade de maior rigor para conter o avanço do novo coronavírus. 

Além disto, as empresas - incluindo as não essenciais - não terão restrição de horários para funcionar, desde que sigam com o recomendado no decreto.

Quem descumprir tais medidas poderá ser encaminhado para a delegacia e responder a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). As pessoas jurídicas também poderão responder civil e criminalmente, sendo que os estabelecimentos poderão ser interditados temporariamente. 

Levantamento feito pelo Olhar Direto mostra que somente nos primeiros 23 dias de julho, 271 pessoas morreram vítima do novo coronavírus, em Cuiabá. Neste período, já estava em vigor, há quase uma semana, a quarentena coletiva obrigatória imposta pela Justiça. Mesmo assim, o número de casos confirmados da Covid-19 continuam a subir. Do primeiro dia do mês, até a última quinta-feira (23), o acréscimo foi de 114%, sendo que nos últimos dois dias foram quase mil novas pessoas que testaram positivo. (VEJA AQUI)

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho