Hoje: 14/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Seduc confirma que escolas em Mato Grosso poderão solicitar até R$ 33 mil para intervenção na infraestrutura

Seduc confirma que escolas em Mato Grosso poderão solicitar até R$ 33 mil para intervenção na infraestrutura

  • 29/07/2020
  • Só Notícias

As unidades escolares, Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapros) e Assessorias Pedagógicas de MT, já podem solicitar recursos destinados à intervenção física preventiva e corretiva na infraestrutura. O limite do recurso será de até R$ 33 mil e deve ser solicitado pelo Sistema Integrado de Gestão Educacional (Sigeduca) no módulo de Gestão de Estrutura Escolar (GEE). O secretário adjunto Executivo da Seduc, Alan Porto, se reuniu hoke com as equipes das Superintendências de Infraestrutura Escolar e de Tecnologia da Informação para tratar do assunto.

Porto explicou que todas as informações sobre os procedimentos para solicitação dos recursos estão na Instrução Normativa da Seduc, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 17 de julho. “Esses recursos serão destinados a pequenos reparos nas unidades de ensino que estão com problemas na estrutura física e necessitam de intervenção imediata”, explica.

Os recursos poderão ser utilizados para manutenção predial corretiva e preventiva, como pequenos reparos nos prédios; emergencial, quando caracterizada urgência de atendimento; de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares, e somente para os bens necessários ao atendimento da situação emergencial ou calamitosa.

Conforme a Instrução Normativa, os recursos serão creditados em parcela única, em conta bancária especifica, aberta pelo Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE) ou representantes legais dos Cefapros ou Assessoria Pedagógica. A análise e verificação das solicitações dos recursos será feita pela Superintendência de Infraestrutura Escolar da Seduc.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho