Hoje: 13/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
INSS adia abertura de suas agências em todo o país para 24 de agosto

INSS adia abertura de suas agências em todo o país para 24 de agosto

  • 29/07/2020
  • Extra

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiu adiar, mais uma vez, o retorno gradual do atendimento presencial em suas agências em todo o Brasil, por conta da pandemia do coronavírus. A última informação era de que os servidores deveriam retornar às atividades na próxima segunda-feira (dia 3). Mas uma portaria publicada nesta quarta-feira (dia 29) postergou a volta para 24 de agosto.

Até lá, o INSS manterá o atendimento apenas de forma remota, pelo aplicativo e pelo portal Meu INSS (meu.inss.gov.br), além da central telefônica 135, para evitar aglomerações nas agências.

O instituto já havia informado que, no retono gradual das atividades, "serão priorizados serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. O retorno destes serviços visa a dar celeridade aos processos, uma vez que precisam essencialmente do atendimento presencial".

A Portaria 36 — que foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira — é resultado de uma decisão conjunta da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, da Secretaria de Previdência e do INSS.

 

Veja como acessar o Meu INSS

 

A central de serviços Meu INSS pode ser acessada por meio do site meu.inss.gov.br. A senha inicial pode ser conseguida pelo próprio portal após responder a perguntas.

É preciso informar nome e CPF (campos obrigatórios), além de endereço de e-mail e número de telefone (informações opcionais). Durante o processo de inscrição, o cidadão terá que confirmar o nome da mãe, assim como seu dia e seu mês de nascimento.

O cadastramento depende ainda da confirmação de informações trabalhistas e previdenciárias do cidadão. Neste caso, é preciso escolher a opção correta sobre a última empresa onde trabalhou recolhendo para a Previdência Social, o ano em que ingressou nessa companhia e até se recebeu benefício do INSS nos últimos cinco anos.

Terminada esta etapa, o interessado recebe um código de validação enviado por SMS ou um link por e-mail. A partir daí, pode cadastrar sua senha de acesso.

Anote a senha inicial. Ela será necessária para cadastrar sua senha definitiva, que deverá conter, pelo menos, nove caracteres com uma letra maiúscula, uma letra minúscula e um número, no mínimo. Após ser cadastrado, o segurado deverá clicar em "Entrar". Uma tela do portal gov.br se abrirá para informar o CPF e a senha.

Outra opção de acesso ao portal Meu INSS é acessar sites de Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob e Sicredi, a fim de obter uma senha inicial. As agências do INSS também oferecem esse serviço. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento telefônico 135.

Há a possibilidade de baixar o app Meu INSS também pelo smartphone. O aplicativo está disponível para celulares com sistema operacional Android. Para realizar o download, basta acessar a Google Play Store e clicar no botão “Instalar”.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho