Hoje: 13/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Bandidos se passam por juíza de MT e clonam números de WhatsApp

Bandidos se passam por juíza de MT e clonam números de WhatsApp

  • 30/07/2020
  • Repórter MT

O nome da juíza Christiane da Costa Marques Neves Silva, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, vem sendo usado por estelionátios na tentativa de aplicar golpes por meio de ligações telefônicas. A própria magistrada denunciou o crime em sua página no Instagram. Ela também registrou boletim de ocorrência para informar o crime. 

Na postagem, ela alerta seus seguidores que pessoas conhecidas estariam recebendo ligações de um número com prefixo 11, de São Paulo, pedindo que confirmem o código de segurança. "Assim conseguem clonar o WhatsApp de quem confirma o código. Por favor, não ligo e nenhuma pessoa de minha assessoria liga para tal finalidade".

O crime, cada vez mais comum entre vítimas notórias como ministros, empresários e celebridades, pode levar à clonagem do chip do celular das pessoas que recebem a ligação. Na maioria dos casos, com uma simples busca no Google o fraudador consegueria descobrir o número de celulares.

Conforme as autoridades políciais, pelo menos 5 mil pessoas já teria sido vítimas da fraude, que geralmente acontece à distância, na maioria das vezes sem que a pessoa que recebe a ligação perceba, o que permitiria o acesso as tentativas de extorsão, dados e mensagens pessoais e tentativas de intrusão a contas bancárias e outros sistemas de pagamento.

Em parceria com empresas operadoras de telefonia e segurança cibernética, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já desenvolve uma plataforma para combater fraudes do tipo.

 

 

 

 

 

 

 

Playvolume00:01/00:43reportermtTruvidfullScreen

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho