Hoje: 13/08/2020
    Horas: 00:00:00
×
Trio é preso por aplicar golpes de R$ 600 mil em MT

Trio é preso por aplicar golpes de R$ 600 mil em MT

  • 31/07/2020
  • Folhamax

Três pessoas envolvidas em golpes de estelionato aplicados na venda/compra de veículos foram presas pela Polícia Civil, após terem suas atuações ilícitas identificadas em investigações da Delegacia de Água Boa (703 km a leste de Cuiabá). O golpe aplicado pelo grupo criminoso atingiu cerca de 40 vítimas causado um prejuízo de estimado de R$ 600 mil aos atingidos.

As prisões contra os suspeitos foram cumpridas nesta quinta-feira (30) no município de Goiania (GO). O terceiro integrante do grupo teve a ordem de prisão cumprida na terça-feira (28), em Rondonópolis (MT). Tudo indica que o grupo estava se preparando para aplicar fraudes semelhantes em outros municípios.

As investigações apuraram a atuação dos suspeitos com os crimes de estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documento publico, apropriação indébita e crimes contra o consumidor.

Segundo as investigações nos últimos meses dezenas de pessoas procuraram a empresa para obter financiamento para aquisição de veículos, sendo as vítimas ludibriadas a pagarem uma entrada mediante a promessa do veículo deseja.

Porém no momento da assinatura dos contratos de financiamento, os fraudadores emitam um contrato de consórcio, sem cópia, induzindo a vítima a erro. Acreditando que estavam dando entrada no veículo, as vítimas passavam aos suspeitos valores entre R$15 a 30 mil.

As vítimas apenas percebiam ter caído em um golpe quando descobriam estar participando de consórcios com valores superiores aos que esperavam, sem ter recebido o veículo esperado. Também há indícios que os suspeitos falsificam documentos com intuito de obter o financiamentos/consórcios em nomes das vítimas.

Dois dos suspeitos chegaram a ser presos em flagrante no mês de abril, sendo posteriormente a prisão convertida em preventiva, porém os suspeitos foram colocados em liberdade mediante Habeas Corpus.

Com base nas investigações o delegado, Gutemberg de Almeida Lucena, representou pela suspensão da atividade da empresa assim como pela prisão preventiva dos três suspeitos, as quais foram deferidas pela Justiça. 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho