Hoje: 24/01/2021
    Horas: 00:00:00
×
Yoki anuncia fechamento de fábrica em Nova Prata e demissão de 300 funcionários

Yoki anuncia fechamento de fábrica em Nova Prata e demissão de 300 funcionários

  • 14/01/2021
  • G1 RS e RBS TV

A fábrica da Yoki em Nova Prata, na serra gaúcha, será fechada em maio, conforme anunciou a empresa General Mills, dona da marca, em nota na segunda-feira (11). Cerca de 300 pessoas serão demitidas.

A medida, segundo a empresa, é para "ampliar a capacidade produtiva, otimizar sua cadeia operacional e oferecer melhor nível de serviços". A planta de Nova Prata é a única que será fechada no Brasil, diz a General Mills. Leia nota na íntegra abaixo.

A produção de pipoca, que acontecia na unidade gaúcha da companhia, será concentrada na fábrica de Pouso Alegre, em Minas Gerais, que recentemente foi ampliada e absorverá 30% da capacidade produtiva.

A empresa informa que negocia um pacote de benefícios aos funcionários junto ao sindicato. Contatado pelo G1, o Sindicato da Alimentação de Serafina Corrêa, que abrange os trabalhadores da Yoki, não se manifestou, mas confirmou que uma reunião com a empresa acontece na tarde desta terça-feira (12).

O prefeito de Nova Prata, Alcione Graziotin, afirmou que foi surpreendido com o anúncio e que questionou se haveria possibilidade da empresa reconsiderar a decisão, mas que foram informados de que não seria possível.

A prefeitura deve agora encontrar alguma empresa interessada em absorver a mão de obra, estrutura e até fornecedores que abasteciam a fábrica.

 

Nota da General Mills

 

Para ampliar a capacidade produtiva, otimizar sua cadeia operacional e oferecer melhor nível de serviços a todos os seus clientes no Brasil, a General Mills anuncia reestruturação em parte das suas operações no país. Os ajustes fazem parte de uma estratégia que prevê acelerar o crescimento dos negócios da General Mills no Brasil - um dos mercados prioritários para a organização.

A partir de maio, a empresa concentrará sua produção de pipoca na cidade de Pouso Alegre/MG, onde possui sua principal planta, que recentemente foi ampliada com uma nova estrutura com 4.500m² e está pronta para ampliar a capacidade produtiva de pipoca em 30%. Com isso, encerraremos nossas atividades na fábrica de Nova Prata/RS. Além disso, a produção do paper bag, tipo de embalagem usada na pipoca de micro-ondas, será transferida de Cambará/PR também para Pouso Alegre/MG. Outras atividades da unidade em Cambará, como a produção de alimentos, permanecem em pleno funcionamento, sem qualquer alteração.

A General Mills está, ainda, terceirizando três de seus centros de distribuição, localizados em Cajamar/SP, Brasília/DF e Cuiabá/MT para empresas de logística especializadas com alto nível de tecnologia, para otimizar o serviço de entrega de produtos ao varejo nacional.

Todas as transferências e ajustes operacionais estão sendo realizados com profundo respeito aos nossos colaboradores, produtores parceiros e às comunidades locais. Os funcionários afetados receberão toda a assistência da General Mills nesse período de transição, e a empresa está empenhada em oferecer o melhor pacote de benefícios, negociado junto ao Sindicato.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho