Hoje: 22/06/2021
    Horas: 00:00:00
×
Secretaria de Saúde confirma primeiro caso de mucormicose associado à Covid no Pará

Secretaria de Saúde confirma primeiro caso de mucormicose associado à Covid no Pará

  • 10/06/2021
  • G1

A Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) confirmou nesta quinta-feira (10) o primeiro caso de mucormicose associada à Covid no estado.

O quadro foi diagnosticado em um paciente idoso, com a idade não revelada, que vive no município de Santana do Araguaia, no sudeste do estado.

De acordo com a Sespa, o paciente deu entrada no Hospital Regional de Conceição do Araguaia, município vizinho à Santana do Araguaia, com sintomas da doença. Na unidade, ele foi diagnosticado com coronavírus e foi internado. Alguns dias depois ele teve melhora clínica e recebeu alta.

Após ser liberado, segundo a secretaria, o paciente apresentou piora no quadro. Ele procurou atendimento nos municípios de Araguaína e Palmas, ambos no Tocantins.

O idoso voltou a ser internado e só então recebeu o diagnóstico de mucormicose, e foi transferido para São Paulo.

A Sespa não deu mais detalhes sobre o estado de saúde do paciente. Também não foi informado se ele tem histórico de comorbidades.

Segundo a secretaria, este é o quarto caso de mucormicose registrado no Brasil, relacionado à Covid. Outros 15 casos da infecção foram detectados, mas em pacientes que não estavam com o coronavírus.

Além do Pará, casos da doença relacionados à Covid foram registrados em Fortaleza, Natal e São Paulo.

 

O que é a mucormicose

 

A mucormicose é uma infecção causada pelos fungos Mucorales e é conhecida há mais de um século, tendo sido descrita pela primeira vez em 1885.

A doença passou a ser relacionada à pacientes com Covid-19, após um surto na Índia que acometeu quase 9 mil pacientes.

O quadro mata mais de 50% dos pacientes. Muitos precisam passar por cirurgias mutilantes, que retiram partes do corpo afetadas pelo micro-organismo, como os olhos. Além disso, a doença é tratada com medicamentos controlados.

Por meio de nota, a secretaria de Saúde do Pará esclareceu que a mucormicose não é uma infecção contagiosa. A secretaria disse ainda que investiga o caso para descobrir o local onde o paciente foi infectado.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho