Hoje: 02/08/2021
    Horas: 00:00:00
×
União envia 40 mil comprimidos de cloroquina para cidades de MT

União envia 40 mil comprimidos de cloroquina para cidades de MT

  • 20/06/2021
  • Gazeta Digital

Vinte e oito municípios de Mato Grosso receberam diretamente, em agosto de 2020, 40 mil comprimidos de cloroquina, enviados pelo governo federal, para ‘tratar pacientes’ no Estado. A informação consta em documentos entregues à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, no Senado. Outros 9 mil comprimidos foram remetidos à Secretaria de Estado de Saúde. O medicamento não tem eficácia comprovada para o tratamento do novo coronavírus, porém, foi usado no ‘kit covid’ como terapia no tratamento de formas graves da covid-19.

Os dados demonstram que as caixas foram enviadas pelo Ministério de Saúde e as primeiras caixas chegaram ao Estado no dia 19 de julho de 2020, quando Mato Grosso enfrentava o primeiro pico da pandemia com a explosão de casos e mortes.

 

A assessoria de Várzea Grande, uma das cidades que recebeu o medicamento entre maio, junho e julho de 2020, esclarece que o Ministério da Saúde informou a disponibilidade e a prefeitura solicitou os medicamentos, bem como adquiriu outros e abriu leitos de UTI e enfermaria.

“Foi feito o pedido quando iniciamos o Kit Covid que apresentou resultados de redução interessantes que tinha Azitromicina, Hidroxicloroquina, Dexametasona e Ivermectina”, afirma o prefeito Kalil Baracat (MDB) Ele ressalta que não há temor em ser investigado, uma vez que a CPI deve abranger prefeitos e governadores.

 

“As aquisições foram feitas dentro de processo licitatório legalizado, com preços de mercado no que diz respeito às aquisições e diante do alto quadro de casos de covid e também de óbitos”, diz Baracat, ao ressaltar que a prefeitura adotou as medidas necessárias com base nas recomendações médicas e técnicas.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho