Hoje: 17/10/2021
    Horas: 00:00:00
×
Ministério da Saúde lança o Saúde, na escuta

Ministério da Saúde lança o Saúde, na escuta

  • 13/10/2021
  • Ministério da Saúde

Ministério da Saúde lança projeto para estar mais próximo dos profissionais que atuam no Programa Mais Médicos para o Brasil, o Saúde, na escuta. Em encontros presenciais, a pasta quer promover um espaço de diálogo para levantar as principais demandas dos médicos e ofertar cursos de capacitação e profissionalização disponíveis, bem como o conjunto de outras iniciativas em saúde para o fortalecimento da Atenção Primária.

A iniciativa será desenvolvida pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) em parceria com a Secretaria de Atenção Primária à Saúde (Saps) do Ministério da Saúde. A primeira cidade a receber a ação foi Fortaleza, Ceará. “Queremos viajar o Brasil todo para ouvir os profissionais do Mais Médicos. Sabemos das dificuldades, estas que muitas vezes são inerentes à gestão municipal, mas queremos saber o que mais podemos fazer por vocês”, disse Mayra Pinheiro, secretária da SGTES, aos participantes do encontro na capital cearense no último sábado (9).

Até o momento, o Ceará conta com 1.223 vagas do Programa Mais Médicos ocupadas. Dessas, 189 estão na capital Fortaleza. O Programa está presente em 170 municípios do estado. O número deve aumentar com o último edital do 24° ciclo, quando mais de 160 vagas foram ofertadas em 84 municípios.

No encontro, técnicos da Saps tiraram todas as dúvidas e orientaram os profissionais do Programa. “A Saps está ouvindo os gestores municipais em oficinas para falar sobre o financiamento da Atenção Primária em todos os estados. Nos últimos dois dias, a secretaria se reuniu com 184 gestores do Ceará. É uma ação para estar mais próximo da ponta”, explicou Raphael Câmara, secretário da Saps.

No primeiro Saúde, na escuta, também foi falado sobre o Médicos pelo Brasil, o programa que substituirá gradativamente o Mais Médicos. A Lei que criou o programa autoriza ainda a instituição da Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde (Adaps), que será responsável pela seleção e contratação dos profissionais que atuarão no programa, conferindo segurança jurídica ao programa, respeito às normas trabalhistas de uma carreira médica com contratação do tipo CLT e sustentabilidade econômica.

O novo programa prioriza levar atendimento médico às regiões mais carentes do país, prevê formação qualificada de profissionais de saúde e critérios de seleção e contratação de médicos, que devem ter registro no Conselho Federal de Medicina do país (CRM).

 

Qualificação

 

A SGTES tem uma série de formações para profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) disponíveis na plataforma UniverSUS. A mais recente capacitação lançada foi o “Curso de Formação de Multiplicadores em Urgências e Emergências em Saúde Mental”. O conteúdo busca reforçar uma assistência cada vez mais especializada a pacientes com quadros de ansiedade, depressão, violência autoprovocada, ideação suicida e transtornos por uso de substâncias psicoativas, por exemplo.

As iniciativas também integram as ações do Comitê Gestor da Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio. O colegiado é coordenado pelo Ministério da Saúde, conta com a participação dos ministérios da Educação, da Cidadania e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e funciona como um órgão de assessoramento destinado a implementar a Política e promover o fortalecimento de estratégias permanentes de educação e saúde, em especial quanto às formas de comunicação, prevenção e cuidado.

Para ter acesso ao outros cursos da plataforma, acesse: https://universusbrasil.saude.gov.br/

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho