Hoje: 17/10/2021
    Horas: 00:00:00
×
Vândalos arrombam sede da Aprosoja e picham paredes contra presidente e agronegócio

Vândalos arrombam sede da Aprosoja e picham paredes contra presidente e agronegócio

  • 14/10/2021
  • Repórter MT

Vídeo enviado ao REPÓRTER MT, na manhã desta quinta-feira (14), mostra a destruiução causada por vândalos que depresdaram a sede da Aprosoja em Brasília.

As imagens mostram que o prédio ficou todo pichado com frases contra a entidade e contra o presidente da República, Jair Bolsonaro. Os vândalos picharam frases como: "Bolsonaro se alimenta da fome": "Soja não enche o prato".

Conforme informações, a porta da sede da Aprosoja foi arrombada e a Polícia Civil vai investigar o crime.

 

Um servidor chegou a filmar o bando que saía do local e as imagens serão usadas para apurar quem praticou o crime.

 

O REPÓRTER MT  entrou em contato com o presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, que evitou emitir sua opinião sobre o crime.

 

Galvan é apoiador do presidente Bolsonaro e recentemente foi alvo da Polícia Federal, em apuração sobre uso de recursos da entidade para financiar atos do dia 7 de setembro.

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho