Hoje: 29/11/2021
    Horas: 00:00:00
×
Após cirurgia rara, homem de 55 anos fica três meses com dois corações

Após cirurgia rara, homem de 55 anos fica três meses com dois corações

  • 23/11/2021
  • CNN Brasil

Na edição desta terça-feira (23) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes falou sobre uma cirurgia pioneira no tratamento da pressão alta no pulmão feita no Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

O paciente Lincon Paiva, de 55 anos, precisava controlar a pressão arterial pulmonar, uma das sequelas de um infarto que sofreu no ano passado. Para isso, ele ganhou um coração extra. Paiva ficou três meses com dois corações batendo dentro do peito.

A técnica de fazer com que um corpo funcione com dois corações não é nova, mas é muito rara. Essa foi a primeira vez que ela foi usada para controle da pressão pulmonar.

À CNN, o cirurgião cardiovascular Fábio Gaiotto, que operou o paciente, explicou como é feito o procedimento. “São duas etapas. Na primeira cirurgia, utilizo um coração ao lado do outro para tratar uma hipertensão pulmonar”, disse.

“Quando a pressão dos pulmões já está normalizada, o segundo passo, que é mais difícil, é transformar o coração que está fora do seu lugar devido num transplante cardíaco tradicional. Eu tiro os dois corações e o novo é colocado na sua posição final”, completou.

Fernando Gomes afirmou que a técnica foi necessária pois não seria possível realizar o transplante de coração diretamente no paciente.

“Ele não teria condição de lidar com o aumento da pressão pulmonar imediatamente. Isso representa uma etapa para que a situação vascular melhore para que depois o coração doado seja implantado no paciente”, disse.

“Durante esse período, ele ficou com dois corações trabalhando em situação favorável para que a doença pudesse se resolver.”

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho