Hoje: 29/11/2021
    Horas: 00:00:00
×
Mãe flagra babá sufocando o filho de apenas cinco meses

Mãe flagra babá sufocando o filho de apenas cinco meses

  • 24/11/2021
  • Metrópoles

Vídeo gravado por câmera de segurança mostra uma babá, de 18 anos, sufocando um bebê de apenas 5 meses, em apartamento localizado no Cruzeiro Novo. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi acionada e prendeu a funcionária, em flagrante por maus-tratos, na segunda-feira (22/11).

Nas imagens, é possível ver a autora sentada com a criança. A funcionária levanta, coloca o pequeno no carrinho e logo retorna com o bebê para o sofá.

Em seguida, a babá pega uma manta e a pressiona contra o rosto da criança. Ela segura o tecido com as duas mãos e sufoca o bebê por cerca de 15 segundos.

A criança fica agitada, mexe as perninhas e começa a chorar. O vídeo registra a jovem colocando o bebê no colo. Minutos depois, a mãe aparece e ampara o filho.

 

Momentos de terror

 

A mãe da criança lembrou os momentos de terror vividos na própria casa. Ela conta que estava com o filho, de 5 meses, e a babá dele. Detalhou ainda que estudava em um dos quartos do apartamento, com a porta fechada, enquanto o bebê estava com a cuidadora na sala.

A mulher monitorava os dois por meio de imagens das câmeras do apartamento. Em determinado momento, a mãe flagrou, pelo vídeo, a babá sufocando a criança com um pedaço de pano. Diante da situação, correu até a sala e questionou a funcionária sobre o que estava acontecendo. A profissional respondeu que estava apenas limpando o nariz do garoto.

Assustada e sem saber o que fazer, a genitora se trancou no quarto com o filho e pediu que a funcionária fosse embora. Posteriormente, a mãe acessou novamente as imagens das câmeras para ter certeza do que teria ocorrido, tendo constatado que, realmente, a babá havia tentado sufocar o bebê, por duas vezes.

Diante da certeza do ocorrido, ela acionou a Polícia Militar, que compareceu ao local.

 

O outro lado

 

À polícia a suspeita disse que era a segunda vez que trabalhava como babá para a família. Relatou que, em determinado momento, o pequeno teria golfado, ocasião em que ela pegou um pano para, supostamente, limpá-lo.

Ela alegou que, enquanto limpava a criança, a patroa foi até a sala, pegou o bebê e seguiu para o quarto. Alguns minutos depois, a mãe voltou à sala e disse que tinha ocorrido um problema no trabalho do marido e pediu que ela fosse embora.

Acrescentou que foi para casa e, depois, policiais militares foram até lá e a informaram sobre a acusação de maus-tratos.

O bebê não apresentava sinais de agressão, mas foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) para realização de exame de corpo de delito.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho