Hoje: 29/11/2021
    Horas: 00:00:00
×
Alunos do Presidente Médice protestam por direito de chegar atrasados na aula

Alunos do Presidente Médice protestam por direito de chegar atrasados na aula

  • 25/11/2021
  • Repórter MT

Pelo menos 200 alunos realizaram protesto na manhã desta quinta-feira (25) na frente da Escola Estadual Presidente Médici, localizado no bairro Araés, em Cuiabá/MT, pelo direito de “chegar atrasado” na escola.

O horário de início das aulas é às 7h e o tempo de tolerância era de 15 minutos. Porém, a gestão atual da unidade decidiu que nenhum aluno poderia entrar na escola depois das 7h.

A atitude gerou revolta dos alunos, que protestaram com vários cartazes.

“E as alunas que moram longe??? Tolerância no horário já!!!”, dizia um dos cartazes.

A vereadora Edna Sampaio (PT) esteve na escola e conversou com alunos, professores e a direção da unidade de ensino.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) afirmou que é dever do aluno manter assiduidade e pontualidade de início das aulas.

 

Confira a nota completa:

 

"A secretaria de Estado de educação (Seduc-MT), por meio da Superintendência de Relacionamento Escolar e Direção Escolar, informa que horário de entrada nas unidades escolares da rede estadual é às 07h, com tempo de tolerância de 15 minutos. Caso os estudantes passem desse horário, obrigatoriamente, ocorre a notificação do atraso às famílias, conforme consta no Regimento Interno da Escola Estadual Presidente Médici.

A Seduc observa que é um dever do aluno manter assiduidade e pontualidade de início das aulas e, nesse sentido, as escolas mantém constante diálogo com os pais e responsáveis para o bom andamento do aprendizado e cumprimento dos dias letivos.

A Seduc agradece e se coloca à disposição para eventuais esclarecimentos."

    Compartilhar:

Patrocínio

Patrocínio:

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho