Hoje: 19/05/2019
    Horas: 00:00:00
Logo
×
Pacientes está há 5 meses sem remédio em MT

Pacientes está há 5 meses sem remédio em MT

  • 06/05/2019
  • TVCA

Os pacientes que fazem tratamento contra hipertensão arterial pulmonar – doença rara que causa o estreitamento e bloqueio de vasos sanguíneos do pulmão –, em Mato Grosso, estão sem os medicamentos desde dezembro do ano passado. Eles afirmam que os remédios Bosentana, que custa em média R$ 7 mil a caixa, e o Sildenafila, com o valor médio de R$ 2 mil, não estão sendo mais encontrados nas farmácias de alto custo.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que a compra do medicamento Sildenafila é de responsabilidade do Ministério da Saúde e que a farmácia estadual tem em estoque 23 mil comprimidos. A farmácia tem também o ambrisentana, de 5 e 10 miligramas.

Sobre o bosentana, a secretaria informou que nos pregões realizados não apareceram interessados em fornecer o remédio. A SES disse ainda vai reabrir o pregão para tentar adquirir o medicamento nos próximos dias.

São 35 pacientes que tem essa doença e precisam dos remédios em todo o estado. Eles relatam que qualquer esforço físico pode colocar a vida deles em risco. “Eu pensava que aposentaria e teria uma vida mais feliz, mas percebi que não vou poder viver isso, pois vou morrer. Quero ter os remédios para viver um pouco mais”, declarou a aposentada Marlene Souza.

A dona de casa Jaqueline Lisboa afirmou que precisa de uma caixa do Bosentana e quatro do Sildenafila por mês. “Fico desesperada, com medo de morrer. Tenho apenas mais cinco comprimidos que ganhei de uma paciente que foi a óbito e a família dela doou para nós que estamos sem”, contou.

A professora Sebastiana Pereira da Silva disse que foi ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para tentar conseguir um auxílio-doença ou a possibilidade de uma aposentadoria, mas o pedido foi negado. “A perita disse que eu não estava doente, estava apenas com problema de cabeça e que precisava procurar Deus, que ele iria me ajudar. Eles não veem o problema”, lamentou.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho