Hoje: 23/05/2019
    Horas: 00:00:00
Logo
×
Mãe de trigêmeas tem R$ 2 bilhões depositados em sua conta por engano e devolve dinheiro, em Anápolis

Mãe de trigêmeas tem R$ 2 bilhões depositados em sua conta por engano e devolve dinheiro, em Anápolis

  • 07/05/2019
  • G1 GO

Mãe de trigêmeas e desempregada, Leizimar Silva estava com saldo negativo na sua conta quando foi surpreendida e logo procurou o banco. 'A gente não perde nunca quando é honesto'.

Imagina estar com o saldo negativo na sua conta no banco e do nada serem depositados mais de R$ 2 bilhões. Foi isso o que aconteceu com a desempregada Leizimar Silva Triers, de 35 anos, mãe de quatro meninas, sendo três trigêmeas de 1 ano. Moradora de Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, ela disse não ter tido dúvida em procurar a Caixa Econômica Federal para devolver o dinheiro.

A Caixa informou que a cliente conseguia visualizar o saldo da quantia, mas não era possível fazer o saque do valor. (veja a nota abaixo na íntegra)

A história começou no dia 11 de abril, quando Leizimar foi consultar o seu extrato bancário no aplicativo do seu banco no celular e viu que tinha saído do saldo negativo de R$ 470 para R$ 2,28 bilhões.

“Eu fiquei surpresa demais. O lançamento foi feito no dia 11, mas eu notei no dia 13, era um sábado, e então esperei chegar segunda-feira para procurar a gerente do meu banco para entender o que tinha acontecido”, contou.

Segundo Leizimar, a gerente informou que foi um erro no sistema e que ela poderia ter que responder de alguma forma caso tivesse usado o dinheiro. Recentemente um caso de depósito por engano foi parar na polícia. Um empresário recebeu indevidamente R$ 18 milhões, em Goiânia, e tentou usar o dinheiro comprando um porsche.

Dificuldade financeira

 

Leizimar mora com o esposo Mailton e as quatro filhas, Rayssa, de 14 anos, e as trigêmeas Kaylane, Yasmim, Maria Alice, que vieram de uma gestação natural. Todos vivem, segundo ela, com uma renda mensal de R$ 1.500, que vem do emprego do marido.

“Mesmo a gente passando por certa dificuldade, porque cuidar de trigêmeos fica puxado com fraldas e outros gastos, nós preferimos nossa consciência tranquila”, afirmou Leizimar, ressaltando que a conta bancária voltou a ficar no vermelho.

Pagando os financiamentos de uma casa em um residencial na Vila Formosa, e de um carro, ela e o marido se esforçam para tentar alguns bicos e realizar um sonho neste momento.

“Queremos construir um quarto para as meninas, porque hoje elas ainda dormem com a gente. Eu digo que o maior prêmio que tenho são as minhas filhas. Elas são os meus verdadeiros tesouros e não tem dificuldade que vá mudar isso”, finalizou Leizimar.

 

Veja a nota da Caixa:

 

“A CAIXA informa que no dia 12 de abril houve uma inconsistência no sistema, que impactou o demonstrativo de saldo de alguns clientes naquele fim de semana. O banco esclarece que tal impacto ficou restrito à visualização do saldo, não tendo sido possível a realização de saques indevidos no período.

A CAIXA ressalta que, caso se constate eventual prejuízo de algum cliente por conta do ocorrido, o devido ressarcimento será realizado. Assim, a CAIXA orienta o cliente a procurar a agência de relacionamento para a devida apuração.”

 

 

Depósito de mais de R$ 2 bi foi feito na conta da moradora de Anápolis que logo procurou o banco — Foto: Reprodução

Depósito de mais de R$ 2 bi foi feito na conta da moradora de Anápolis que logo procurou o banco — Foto: Reprodução

Depósito de mais de R$ 2 bi foi feito na conta da moradora de Anápolis que logo procurou o banco — Foto: Reprodução

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho