Hoje: 23/05/2019
    Horas: 00:00:00
Logo
×
USP São Carlos cria extrato de açafrão que mata larvas do Aedes

USP São Carlos cria extrato de açafrão que mata larvas do Aedes

  • 08/05/2019
  • Portal R7

Substância criada por pesquisadores é capaz de matar larvas do mosquito entre 3 e 48 horas; documento para uso será enviado para Anvisa

Pesquisadores do Instituto de Física da USP de São Carlos (IFSC-USP) criaram um extrato a partir do açafrão da terra (cúrcuma), que é capaz de matar larvas do mosquito Aedes aegypti entre 3 e 48 horas.

O extrato, que recebeu o nome de curcumina, é concentrado e misturado com a água, sendo aplicado nos locais de possível proliferação das larvas, como pneus e pratos de plantas.

De acordo com a pesquisa, o contato do extrato com a luz solar provoca uma reação química capaz de destruir as larvas, sendo mais eficaz que os larvicidas tradicionais.

Os pesquisadores realizaram testes em seis casas da cidade de São Carlos, interior de São Paulo, onde está localizada a universidade, durante três meses, e ressaltam o benefício do produto, por não ser poluente.

Os responsáveis pelo estudo pretendem reunir a documentação necessária até o final do primeiro semestre deste ano e encaminhar para a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), para que o produto possa ser utilizado pelo sistema público de saúde para o controle da dengue.

O Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Quase mil cidades brasileiras apresentam alto índice de infestação do mosquito e podem registrar surtos dessas doenças. Segundo o Ministério da Saúde, o país tem 451 mil casos de dengue, 24 mil de chikungunya e 3 mil de zika até último boletim epidemiológico, de 13 de abril.

A incidência de casos de dengue entre janeiro e março deste ano subiu 339,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah Giannini

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho