Hoje: 23/05/2019
    Horas: 00:00:00
Logo
×
Anvisa recolhe quase 200 lotes de medicamentos para hipertensão

Anvisa recolhe quase 200 lotes de medicamentos para hipertensão

  • 09/05/2019
  • Portal R7

Impurezas detectadas em medicamentos seriam potencialmente cancerígenas; risco é de 0,00017%, um caso a cada 6 mil pessoas

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou nesta quarta-feira (8) o recolhimento de quase 200 lotes de medicamentos para o tratamento de hipertensão. A lista de medicamentos e lotes recolhidos pode ser vista no site do órgão.

Em nota, a agência afirmou que o recolhimento de lotes específicos se dá pela presença de nitrosaminas — impurezas encontradas na medicação — em remédios que contêm o princípio ativo sartana, visando a proteção à saúde da população.

De acordo com o órgão, estudos afirmam que o consumo diário de nitrosamina, em sua dose máxima, durante cinco anos seguidos, seriam potencialmente causadores de câncer. Autoridades europeias calculam que o risco de câncer associado ao consumo contínuo da substância é de 0,00017%, sendo um caso para cada 6 mil pessoas.

A determinação segue o mesmo padrão adotado por agências sanitárias internacionais, como a FDA (Food and Drug Administration), órgão responsável pela liberação de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos e a EMA (Agência Europeia de Medicamentos). No Brasil, além do recolhimento dos medicamentos, a Anvisa solicita a suspensão de sua produção.

O órgão afirma que, caso o paciente tenha em casa o lote do medicamento recolhido, o tratamento não deve ser interrompido até que seja feita a troca de medicação com igual valor terapêutico sob orientação médica. A interrupção imediata do tratamento pode causar insuficiência renal, ataque cardíaco e AVC.

A Anvisa afirma que o paciente pode, também, entrar em contato com a empresa farmacêutica, solicitando a troca de seu medicamento.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah Giannini

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho