Hoje: 23/05/2019
    Horas: 00:00:00
Logo
×
Governo Federal pode liberar empréstimo bilionário a Mato Grosso

Governo Federal pode liberar empréstimo bilionário a Mato Grosso

  • 14/05/2019
  • Repórter MT

Plano da União visa beneficiar 12 estados em crise, considerados como “bons pagadores”. O projeto será apresentado no Congresso.

Mato Grosso está entre os 12 estados que serão beneficiados com o projeto de lei Governo Federal, que visa a facilitação de empréstimos bancários para estados em crise financeira.  

O Itamaraty informou que enviará o projeto para análise do Congresso Nacional ainda nesta semana.

Se a medida foi aprovada, o Governo Bolsonaro calcula que os estados terão a disposição R$ 40 bilhões em empréstimos junto a bancos e outras instituições financeiras internacionais.

No projeto, consta que o Governo Federal será o fiador desses estados, para governadores que conseguirem a contratação desses empréstimos.

Na lógica do Governo, o banco liberaria o dinheiro com mais facilidade, já que a União pagaria o "calote" no caso de o Estado não conseguir honrar com o compromisso.

 

Mato Grosso foi incluído na lista porque o Governo o considera "como bom pagador". Também estão na relação: Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão, Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Roraima e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

 procurou a Secretaria de Fazenda (Sefaz), mas até a publicação desta reportagem a pasta não confirmou se Mato Grosso vai apresentar algum plano de empréstimo para ser beneficiado com o projeto do Governo Federal.

No entanto, é provável que o Estado apresente uma proposta, visando um empréstimo para regularizar a situação salarial dos servidores, que recebem de forma parcelada; além de ter dinheiro para pagar as dívidas junto aos fornecedores, principalmente nas áreas de Saúde e Segurança Pública. O Estado - segundo o Governo - apresenta déficit nas contas na ordem de R$ 3,9 bilhões.

A União também já avisou que só irão participar do plano os Estados que se comprometerem a seguir um rigoroso ajuste fiscal, como controlar despesas com o funcionalismo público, aposentados e pensionistas e buscar mecanismos para aumentar a arrecadação.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho