Hoje: 19/05/2019
    Horas: 00:00:00
Logo
×
Selma dá voto favorável a aprovação de PEC que pode proibir pílula do dia seguinte

Selma dá voto favorável a aprovação de PEC que pode proibir pílula do dia seguinte

  • 15/05/2019
  • Gazeta Digital

Senadora Selma Arruda (PSL) votou pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 29, de 2015, que assegura o direito à vida desde a concepção. Caso a proposta seja aprovada pelo Congresso Nacional, métodos como a pílula do dia seguinte podem ser proibidos.  

PEC, de autoria do ex-senador Magno Malta (PR-ES), estava arquivada e foi reaberta no início de 2019 a pedido do senador Eduardo Girão (Pode-CE). 

 

Selma pontuou que seu voto tem embasamento científico validado por experimentos do século 20 corroborado por avanços tecnológicos. Seu argumento é de que o início da vida humana se dá desde a fecundação. 

 

"Por isso, desde o primeiro instante da fertilização, dá-se início ao ciclo vital de um organismo humano, 'ao começar um período de desenvolvimento chamado embriogênese'", diz trecho do documento. "O que ocorre, portanto, em todos os mamíferos, é que no 'encontro do elemento masculino com o feminino, do espermatozóide com o óvulo', há 'este primeiro instante de vida'". 

 

Para a senadora, o feto é quem assume o protagonismo embrionário, e a mãe, chamada de 'hospedeiro', é apenas um organismo que lhe dá suporte para se desenvolver até o momento de dar à luz. 

 

"Houve uma instrumentalização ideológica, a partir dos anos 60, especialmente no meio universitário, como também em congressos médicos, na difusão de uma mentalidade contraceptiva, de desprestígio da maternidade, em que os promotores da agenda do aborto buscam relativizar o que até então a ciência já tinha como dado irrefutável", diz. 

 

De acordo com a proposta, abortos devem ser liberados somente em casos de estupro ou quando a gravidez coloca a vida da mulher em risco.  

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho