Hoje: 23/07/2019
    Horas: 00:00:00
×
Produtores de MT protestam contra taxação do milho e cobram aplicação do Fethab em estradas

Produtores de MT protestam contra taxação do milho e cobram aplicação do Fethab em estradas

  • 15/05/2019
  • G1 MT

Produtores rurais de vários municípios de Mato Grosso realizam um ato nesta quarta-feira (15), contra a proposta do governo do estado de cobrar tributos sobre a produção de milho. Por meio da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), o agricultores também reivindicam a aplicação dos recursos oriundos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) em estradas.

O produtores vão protocolar uma carta da reivindicações na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e no Palácio Paiaguás.

"O fator que gerou este movimento foi a taxação do milho. Na época em que o anúncio foi feito, o setor se posicionou contra, mas o governo ignorou. Diante das reivindicações dos produtores, optamos por realizar essa mobilização", explicou o vice-presidente da Aprosoja, Fernando Cadore. Ainda segundo ele o foco do movimento é pedir a extinção da cobrança de tributo sobre o milho e a correta aplicação do Fethab 1 e 2 que, para os produtores deve ser em nas estradas, que seria o fim para o qual o fundo foi criado.

"Não temos estradas e pagamos uma alta carga tributária, mas o Fethab que deveria ser revertido em infraestrutura, não é, então o setor é prejudicado duas vezes", argumentou ele. Os anúncios da taxação do milho e de uma nova edição do Fethabforam feitos no início deste ano pelo governador Mauro Mendes.
 

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho