Hoje: 22/07/2019
    Horas: 00:00:00
×
Salário mínimo só terá reajuste acima da inflação após reformas, diz Guedes

Salário mínimo só terá reajuste acima da inflação após reformas, diz Guedes

  • 16/05/2019
  • Poder 360

Orçamento prevê salário de R$ 1.040 em 2019

Governo tem até dezembro para definir política

O ministro Paulo Guedes (Economia) disse nesta 3ª feira (14.mai.2019) que o salário mínimo só terá reajuste real –acima da inflação– se as reformas fiscais, como a da Previdência, forem aprovadas.

O ministro participou de audiência na CMO (Comissão Mista de Orçamento) do Congresso. Guedes foi convidado para discutir a previsão orçamentária da União para 2020, apresentada à Casa Legislativa no mês passado.

“Não definimos a política de salário mínimo. Isso naturalmente passa pelas reformas. Podemos seguir, ano a ano, observando. Se a conjuntura for favorável e as reformas progredirem, obtemos fôlego para anunciarmos algo mais à frente e mais audacioso”, disse.

Atualmente, o salário mínimo está em R$ 998. Pela proposta encaminhada ao Congresso Nacional, o governo federal estimou que o salário mínimo ficará em R$ 1.040 em 2020; R$ 1.082 em 2021 e R$ 1.123 em 2022.

 

 

Os valores consideram apenas a variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que mede a inflação para famílias de baixa renda.

O ministro reforçou que a proposta encaminhada ao Congresso não é a nova política de salário mínimo e que a equipe econômica pode apresentar uma definição sobre o tema até dezembro deste ano.

Até o ano passado, a correção do salário mínimo era feita com base na soma da inflação do ano anterior com a variação do PIB (Produto Interno Bruto) de 2 anos antes.

A regra era usada desde 2007 e virou lei em 2011, no governo da ex-presidente Dilma Rousseff. A fórmula, no entanto, perdeu validade neste ano e há expectativa sobre qual seria a política adotada pelo novo governo para os próximos anos.

 

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho