Hoje: 16/06/2019
    Horas: 00:00:00
×
Saiba se você está no 1º lote de restituição do Imposto de Renda

Saiba se você está no 1º lote de restituição do Imposto de Renda

  • 10/06/2019
  • R7



Fase de pagamentos depositará mais de R$ 5 bilhões nas contas de 2.573.186 contribuintes na próxima segunda-feira (17)

A Receita Federal liberou na manhã segunda-feira (10) a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2019. De acordo com o Fisco, 2.573.186 contribuintes vão receber R$ 5,1 bilhões nesta fase de pagamentos.

Os contemplados neste primeiro lote receberão a grana, na conta bancária cadastrada, já na próxima segunda-feira (17).

Como acontece todos os anos, o primeiro lote de pagamentos do Imposto de Renda prioriza contribuintes idosos ou com algum tipo de deficiência, conforme estabelecido pelos artigos 16 da Lei nº 9.250/95 e 69-A da Lei nº 9.784/99.

No lote atual, aparecem contemplados 245.552 contribuintes com mais de 80 anos, 2.174.038 com idade entre 60 e 79 anos e 153.596 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Além da página na internet, os contribuintes também podem ligar para o Receitafone 146 ou utilizar o aplicativo do Fisco para saber se teve a declaração liberada neste primeiro lote de restituição.

Após ser depositada, a restituição ficará disponível no banco durante o período de ano. Se o contribuinte não fizer o saque no prazo, deverá solicitar o montante pela, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor a ser restituído não apareça na conta bancária, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.


    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho