Hoje: 24/08/2019
    Horas: 00:00:00
×
Câmara de Belém e Assembleia Legislativa do Pará concedem título de cidadão ao presidente Jair Bolsonaro

Câmara de Belém e Assembleia Legislativa do Pará concedem título de cidadão ao presidente Jair Bolsonaro

  • 12/06/2019
  • G1 PA



Votações ocorreram de forma isolada em cada casa. Títulos devem ser entregues na próxima quinta-feira (13), quando esta agendada a vinda do presidente a Belém.


A Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) e a Câmara Municipal de Belém aprovaram nesta terça-feira (11) um projeto de lei que concedeu ao presidente Jair Bolsonaro o título de cidadão paraense e belemense. As votações ocorreram de forma isolada em cada casa.

Os títulos devem ser entregues na próxima quinta-feira (13), quando está agendada a vinda do presidente a Belém.


Na Alepa, o projeto de lei obteve 22 votos favoráveis, um a mais do que o mínimo necessário para a aprovação da emenda. Além disso, 11 deputados não participaram da votação ou se retiraram durante a sessão.

Já na Câmara foram 20 votos favoráveis ao projeto de lei contra cinco contrários. Durante a votação, dezenas de simpatizantes do presidente dividiram espaço com manifestantes contrários à homenagem. Houve um princípio de conflito, que logo foi contornado.


Polêmica


Durante ambas as sessões, alguns parlamentares criticaram o projeto de lei. Na Câmara de Belém, o vereador Fernando Carneiro (PSOL) argumentou que o presidente não fez nada que justifique o título. "Faço questão de declarar meu voto contrário a essa proposta que honra um cidadão que não fez nada de relevante pela nossa cidade e que se posiciona abertamente a favor do nazismo, faz apologia à tortura e à violência entre outros absurdos”, argumentou.


Já na Alepa, o deputado Carlos Bordalo (PT) retirou antes da votação. Segundo ele, o título também é injustificável. "Eu acho um despropósito, primeiro porque não tem justificativa nenhuma para a concessão desse título. Chefes do executivo e presidentes da República podem receber esse título lá pelo meio e fim do mandato, quando existir um legado de contribuição ao Estado”, disse.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho