Hoje: 12/11/2019
    Horas: 00:00:00
×
Moradora de Guarantã do Norte que se perdeu em mata após acidente com marido sobreviveu comendo brotos de bambu

Moradora de Guarantã do Norte que se perdeu em mata após acidente com marido sobreviveu comendo brotos de bambu

  • 09/07/2019
  • Só Notícias

O segundo sargento do Corpo de Bombeiros de Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop), Moacir Machado confirmou, em entrevista, ao Só Notícias, que a mulher, de 35 anos, que ficou desaparecida por cerca de 10 dias, em uma região de mata nas proximidades de Cachoeira da Serra, que é distrito de Altamira (PA) sobreviveu comendo brotos de bambu. Ela foi encontrada na residência de moradores na região, ontem.

“O irmão nos relatou que ela se perdeu e passou esses dias tentando sair da mata. Ela saiu para pedir ajuda ao marido após o acidente. É uma mata muito fechada. As equipes estavam fazendo buscas em direções opostas, por isso, não conseguiram encontrá-la. Segundo a família, ela estava bastante picada por mosquitos e sobreviveu comendo brotos de bambu”, explicou Machado.

Ainda de acordo com o sargento, a mulher foi encaminhada ao hospital de Guarantã do Norte para passar pelas avaliações médicas necessárias. Já foi liberada e está se recuperando em casa. Ela tem dois filhos, de 11 e 17 anos.

Conforme Só Notícias já informou, a mulher desapareceu após o marido dela, Adelar Cordeiro dos Santos, de 45 anos, ser atingido por uma árvore no sítio deles, localizado a cerca de 70 quilômetros da BR-163, nas proximidades de Cachoeira da Serra, que é distrito de Altamira, no Pará, na sexta-feira. Ele era morador de Guarantã do Norte, onde foi sepultado, no último domingo.

Adelar e a esposa, de 35 anos, estavam fazendo a derrubada na propriedade quando ele acabou sendo atingido pela árvore. O corpo foi encontrado por um  funcionário de uma fazenda.

    Compartilhar:

Patrocínio

Recados


De: Rebotec para Ao Interessados
Recado:Ultimamente tá difícil a vida de pedreiro ou carpinteiro no município... Governo cria o MEI para legalizar a atividade e a administração fere a lei para se beneficiar em recolhimento acima do permitido. Em contrapartida têm em suas obras as ilegalidades trabalhistas onde não se sabe se ganham pela prefeitura ou pela empresa licitatória. Mas em tempo que vereador vai para o ponto P e bate no ponto C, fica difícil de um fiscalizar o outro. Enquanto isso vamos construindo uma cidade melhor, pois pelos órgão públicos o prejuízo é grande.
De: Contribuinte para Para Administração Pública
Recado:Boa tarde! A grande maioria dos pioneiros sabem da história complicada do Bairro Guaranorte. Sou morador do Jardim Vitória e estamos em recuperação de ruas, daquele jeito, mas está saindo. Agora o que me preocupou com tristeza é o descaso com o pessoal daquele bairro, para trafegar precisa tirar par-ou-impar entre os veículos. E aquela ponte de madeira! Alguém sabe se é patrimônio histórico? Até parece território desmembrado do município, lá também existe arrecadação de impostos (água, luz e telefone)... e votos. Seria ótimo serem lembrados... pronto falei.
De: Eterno Opositor para Contribuinte aloprado
Recado:Hein, fala mais com minha mão aqui. bibibi.... acho que você é alopradinho e não percebeu que também tinha testemunhas....mas....vi que é alopradinho, puxou estorinhas do baú, sítio do pica-pau amarelo, etc para querer parecer com a razão. beijinho